Será mesmo que é preciso muito conhecimento para investir em ações?

Aqui vai a boa notícia:

Não, não é.

E você já vai entender o porquê.

Como tudo na vida, é claro que o investimento em ações requer um mínimo da sua dedicação para se obter sucesso.

Como diz um amigo:

“Tudo que vale a pena na vida dá um pouco de trabalho.”

Só que isso não significa que exija muito conhecimento.

A verdade é que existem várias estratégias que você pode escolher – e algumas realmente são muito arriscadas e exigem mais entendimento da sua parte.

Vou falar um pouco das principais e no final você vai entender por que não é preciso muito conhecimento para investir em ações.

A começar por esta…

Trading (ou especular na Bolsa)

Esta talvez seja a imagem mais comum quando alguém pensa sobre investir em ações.

Trading é uma das técnicas populares que faz com que um investimento simples se torne extremamente complicado (e arriscado).

Por ter que fazer várias operações (compra e venda de ações) em um único dia, você vai precisar estar sempre atento ao mercado.

Além do tempo necessário para fazer isto, você vai ter um custo bem maior com as taxas de corretagem cobradas em cada transação.

Dessa forma você realmente vai precisar de muito conhecimento para investir e tentar tirar alguma vantagem.

Porém, as suas chances de sucesso fazendo Trading são praticamente iguais às chances de você ganhar dinheiro em um Cassino.

Não há como prever o mercado, e acredito que você não tenha tempo e dinheiro de sobra para poder investir dessa forma.

Agora vamos falar sobre uma técnica não tão arriscada, porém complexa.

Value Investing

Outra estratégia também muito conhecida que vai exigir muito conhecimento de você é o Value Investing.

No Value Investing você faz grandes compras em períodos em que as ações estão baratas, para depois vendê-las quando estiverem altas.

Em um primeiro momento isto parece atrativo, não é mesmo?

Acontece que comprar ações só porque estão baratas é como colocar o seu dinheiro inteiro no lixo.

Uma ação barata pode ter esse preço justamente pelo fato da empresa ter pouco valor.

Ter pouco valor significa não ter bons fundamentos.

Uma empresa sem bons fundamentos dificilmente irá se valorizar com o tempo.

Por isso, os preços muitas vezes continuam baixos, fazendo você perder de uma só vez rios de dinheiro.

Você percebe o risco disso?

Então eu lhe pergunto…

Para quê dificultar se podemos simplificar?

Mas então, qual seria o método mais simples?

Há uma estratégia pouco conhecida que torna o ato de investir em ações muito mais simples e seguro. Essa é a estratégia utilizada pelo André Fogaça e por todos nós, aqui do GuiaInvest

É um método que possibilita que qualquer pessoa possa investir de maneira inteligente, eliminando os riscos da Bolsa.

Veja o que o Leonardo Cesar disse esses dias no nosso canal do youtube, após conhecer este mesmo método que quero apresentar a você.

E provavelmente agora você deve estar se perguntando o motivo de poucas pessoas seguirem esta técnica…

E a resposta é simples.

A maioria das pessoas quer enriquecer da noite para o dia.

Caso contrário, não existiriam milhares de pessoas apostando na loteria diariamente.

O que essas pessoas não sabem é que as únicas maneiras de enriquecer da noite pro dia podem ser duas coisas:

  1. Extremamente arriscado, colocando todo o seu patrimônio em risco
  2. Uma ilusão, como querer encontrar uma agulha no palheiro

Agora vamos ao que interessa…

Esta técnica, que nós defendemos aqui no GuiaInvest, requer que você faça o mínimo de movimentações possível na sua conta.

Você adquire o conhecimento certo para investir apenas uma vez por mês com total segurança do que está fazendo.

Seguindo essa estratégia você economiza tempo e dinheiro.

Sem que seja preciso dedicar horas do seu dia para isso.

É extremamente simples e são apenas 3 passos que você deve seguir.

Se você deseja conhecer essa estratégia que poderá fazer com que o rendimento dos seus investimentos cubra o seu custo de vida tenho um convite.

Assista a minha mais nova aula que revela como conquistar a Liberdade Financeira investindo R$ 174,15 por mês.

Acesse aqui a grade de horários. (este conteúdo é 100% gratuito)

Créditos das imagens: www.shutterstock.com.br 

Investir em ações é arriscado?

Eu acredito fortemente que a maioria das pessoas que você conhece diz que investir em ações é arriscado.

Aposto, também, que essas mesmas pessoas ainda não atingiram a Liberdade Financeira.

Estou certa? Bem… Vou explicar o porquê.

Quem diz que o investimento em ações é arriscado provavelmente não sabe duas coisas:

  1. O que é investimento
  2. O que é risco.

A primeira coisa essencial a fazer é aprender a diferença entre investimento e especulação.

Especular é você visar o lucro no curto prazo, ganhando dinheiro com as variações dos preços das ações.

É comprar uma ação por estar com o preço baixo, e esperar subir para vender e receber a diferença.

As pessoas que especulam pensam que conseguem prever o mercado, e encaram a Bolsa como um Cassino: “vou comprar aqui e torcer para que o preço suba em seguida”.

E em um cassino quem mais ganha é a casa.

A probabilidade está sempre contra o jogador.

Imagine comigo essa situação…

Se você aplicar regularmente, por uma semana, na média quem mais vai ganhar é o próprio Cassino, através de ingressos, tarifas ou taxas.

Isso faz sentido pra você?

O mesmo acontece com as corretoras: enquanto você especula, fazendo muitas movimentações por mês, não é você quem enriquece.

Quem enriquece são os corretores (que recebem o salário oriundo das taxas de corretagem), e a própria corretora.

A não ser que você tenha sorte, claro, literalmente como em uma casa de jogos.

Ou que você tenha largado o seu emprego para cuidar apenas das suas especulações em Bolsa, o que não acredito (nem espero) que seja o seu caso.

Outro erro muito comum que transforma qualquer investimento em algo arriscado é seguindo dicas de terceiros, por exemplo.

Veja o que aconteceu com a Maria Isabel, quando decidiu seguir as recomendações do seu banco:

Iniciei o investimento na previdência privada por acaso. Fui abordada por uma funcionária do Banco. Há algum tempo atrás que descobri que o valor que a funcionária calculou que eu receberia quando me aposentasse foi diluindo com o tempo. Na verdade se eu me aposentar agora e optar por receber o rendimento não chega a 1/3 do salário mínimo.

Por sorte, Maria conheceu o GuiaInvest e hoje é minha cliente, o que possibilitou reverter este caso.

Além disso, ainda há outros jeitos de você perder dinheiro na Bolsa de Valores, como por exemplo:

  • Investindo por impulso / emoção;
  • Investindo sem analisar os fundamentos das empresas;
  • Olhando gráficos e esquecendo dos fundamentos;
  • Investindo pensando apenas nos dividendos;
  • Não diversificando seus investimentos.

E esses são os erros da maioria.

Por estes motivos você acredita que investir em ações é arriscado.

E, pensando por este lado, você tem razão. Investir seguindo o que eu comentei acima é realmente muito arriscado.

Já diria Warren Buffett  “o risco vem de não saber o que você está fazendo”.

Mas eu tenho excelente notícia para você:

Você não precisa especular e nem ter sorte para ficar rico com ações.

Agora que você já sabe claramente o que NÃO fazer, vamos ao que você precisa fazer de fato.

Ao contrário da especulação, através dos Investimentos é que você vai construir o seu patrimônio a longo prazo.

Com simplicidade e certeza no que está fazendo.

Você trilha um caminho específico, com a estratégia certa, que contorna esses riscos que listei desde o início desse texto.

Como a renda é variável, o risco sempre vai estar ali. Mas é muito melhor quando ele está sob o seu controle, certo?

O risco se dá pelo fato de que as empresas na bolsa têm uma grande variação de preço no curto prazo.

No entanto, no longo prazo, essas oscilações não fazem o menor sentido.

Se a empresa tem bons fundamentos, não vai importar a variação, que o gráfico será sempre ascendente.

Agora você deve estar se perguntando: “se é tão fácil assim, por que todo mundo não faz?”

O problema é que existem conflitos de interesse.

Deixa eu explicar…

Os bancos ganham dinheiro emprestando dinheiro a outras pessoas.

Em troca disso, cobram juros abusivos. Essa é a principal fonte de renda deles.

Já as corretoras, lucram quando você especula.

Toda vez que você compra ou vende uma ação, você paga uma taxa de corretagem.

Ou seja, toda vez que você faz uma movimentação, eles ganham dinheiro.

Já você, não necessariamente.

Por este motivo, não é do interesse deles que você seja livre financeiramente, nem que você invista da maneira correta.

Outro motivo é que cada pessoa nasce com uma vocação.

  • Nem todos vão ser médicos;
  • Nem todos vão ser empreendedores;
  • Nem todos vão ser investidores.

Mas então vamos ao ponto: qual o caminho que você deve seguir?

Por ter lido até aqui, eu trouxe um convite..

Convido você a participar da nossa mais recente aula de maior sucesso. Ela é 100% online e gratuita, e se chama Dobre sua Renda com Dividendos.

Dobre sua Renda

Nessa masterclass, o André Fogaça ensina uma estratégia muito simples e até então praticamente desconhecida que tem o potencial de Dobrar a sua Renda através de uma coisa que se chama…

Dividendos.

Dividendos são parte do lucro de uma empresa que é distribuído aos acionistas da mesma. É o pagamento que você recebe por estar emprestando dinheiro a determinada empresa.

Na aula gratuita que estamos convidando você a participar, o André ensina como investir em Dividendos a ponto que eles dupliquem o seu salário.

Dê uma olhada no que a Vanessa achou da aula…

E o Robson:

É tão simples que você aprende uma vez só e nunca mais esquece.

Assim como andar de bicicleta…

E você ainda vai poder dividir todo o conhecimento que adquiriu com sua família e amigos.

Inscreva-se nesta aula de grande sucesso e totalmente gratuita

Créditos das imagens: www.shutterstock.com.br