13 Coisas que você deve parar de fazer se quiser atingir a Liberdade Financeira

No seu último dia na Terra, a pessoa que você se tornou irá se encontrar com a pessoa que você poderia ter se tornado – Autor Desconhecido

Às vezes, para nos tornarmos bem-sucedidos, livres financeiramente e chegar mais perto da pessoa que queremos nos tornar, nós não precisamos fazer mais coisas na nossa vida – nós precisamos parar de fazer.

Você pode parar de fazer algumas coisas hoje mesmo e ter uma rápida transformação…

Aqui vai uma lista de 13 coisas para se parar de fazer se você quiser alcançar a Liberdade Financeira.

Eu acho a número 13 a mais difícil de todas. Veja o que você pode fazer!

1 – Parar de comer mal e ser sedentário

A verdadeira saúde é a precisão da mente e um conforto em habitar o próprio corpo – Flávio Passos

Aquilo que você ingere é o que servirá de combustível ao seu cérebro para resolver os seus problemas e tomar decisões.

Alimente bem o seu cérebro e exercite bem o seu corpo.

2 – Parar de ser imediatista

O sucesso é a soma de pequenos esforços repetidos dia após dia – Robert Collier

De quê vale ganhar uma fortuna de repente e gastar toda ela em um mês?

Dê valor às pequenas vitórias de cada dia, no longo prazo isso significará um resultado expressivo!

3 – Parar de pensar pequeno

O perigo não é você pensar grande e não conseguir. O perigo é você pensar pequeno e conseguir – Rony Meneses

Quer poder viajar uma vez por ano?

Pense maior que isso: aja como se você quisesse viajar 10 vezes por ano!

4 – Parar de dar desculpas

 Autorresponsabilidade é a crença de que você é o único responsável pela vida que tem levado, sendo assim é o único que pode mudá-la – Paulo Vieira

Assuma para si a responsabilidade das coisas.

Seja o responsável pelas suas vitórias e pelas suas derrotas.

Foque em soluções, não em problemas!

5 – Parar de fechar a sua mente

Uma mente aberta a uma nova ideia nunca voltará a ter o mesmo tamanho – Albert Einstein

Não se apegue em modelos fixos a serem seguidos.

Modelos falham.

As verdadeiras soluções nunca são convencionais.

6 – Parar de acreditar em uma solução mágica

Não compare os seus bastidores com o palco do vizinho – Marcia Luz

Não há o que você possa fazer que mude sua vida do dia para noite.

Você só brilha em um palco depois de sofrer nos bastidores.

7 – Parar de ser perfeccionista

Ser obsessivo com a perfeição é como querer correr no mar ou nadar no deserto – Autor Desconhecido

Nada é bom demais que não possa melhorar.

Faça o melhor que você pode e seja 1% melhor a cada dia.

8 – Parar de querer abraçar o mundo

Você nunca chegará ao seu destino se você parar para jogar pedras em cada cachorro que latir para você – Winston Churchil

Canalize a sua energia em apenas uma tarefa.

Saber um pouco de tudo é bom, mas saber muito bem de uma única coisa é indispensável.

9 – Parar de ser controlador

Algumas coisas estão ao nosso alcance e outras coisas não estão – Epíteto

Ignore o que você não pode controlar.

Foque em coisas que você tem poder de mudar.

Importante lembrar: você é a única pessoa do mundo que você pode transformar completamente.

10 – Parar de dizer SIM para coisas que não te levam a nada

Dizer SIM para algo que não faça sentido é dizer NÃO para os seus objetivos – André Fogaça

Às vezes você precisará dizer NÃO a prazeres imediatos e efêmeros.

Stephen Covey, autor do best-seller “Os Sete Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes” mostra que um desses sete hábitos é aprender a dizer NÃO.

11 – Parar de andar com pessoas tóxicas

Você é a média das 5 pessoas com quem você mais convive – Jim Rohn

Olhe a sua volta reflita.

Chega de relacionamentos que te colocam para baixo.

Ande cercado de pessoas positivas e que estão com você nos momentos mais difíceis.

12 – Parar de querer agradar a todos

Não sei qual é a chave para o sucesso, mas a chave para o fracasso é tentar agradar a todos – Bill Cosby

Não importa o que você faça, você nunca vai agradar à todos.

Quando você faz algo importante, algumas pessoas não vão gostar.

E você não precisa se justificar por isso.

13 – Parar com o excesso de televisão e mídias sociais

As redes sociais são uma armadilha à sociedade – Zygmunt Bauman

Além de ser um veículo que leva você a horas de procrastinação e afasta você dos seus objetivos maiores, existe um modo perverso de convivência nas mídias sociais.

É possível adicionar e deletar amigos, e controlar as pessoas com quem você se relaciona.

Há uma ilusão de você estar conectado, quando na verdade, você está vivendo solitariamente em uma bolha social.

Entrando em ação

Se você quer mesmo abandonar hábitos perversos e alavancar a sua vida financeira, convido você para assistir a nossa aula gratuita, onde o André ensina os três principais passos que levarão você à Liberdade Financeira.

Com segurança e com assertividade, você vai chegar lá antes do que imagina. Mas lembre-se, amanhã você vai desejar ter começado HOJE!

Você não vai ficar de fora, certo?

Reserve a sua vaga gratuita aqui!

Até lá!

Como Fazer Compras Sem Gastar 1 Real

O que você acha da possibilidade de fazer compras sem gastar 1 real ?

E ainda receber juros pelo que você comprou, como se alguém te pagasse por você ter comprado aquilo.

E que quanto mais você comprasse, mais dinheiro você recebesse. Parece louco e interessante, não é?

Pois é, e pouquíssima gente aproveita isso.

Receba os lucros das empresas

vendas magazine luiza

A maioria das pessoas gasta todo o seu dinheiro nas suas lojas favoritas, enquanto os mais espertos, recebem dinheiro das mesmas.

Não seria muito mais interessante fazer compras sabendo que você vai ter participações dos lucros dessa loja?

Sabendo que quanto mais essa empresa lucrar, melhor vai ser pra você.

E você não vai ter as preocupações enormes que envolvem o proprietário de um grande empreendimento.

Mas mesmo assim você recebe, como se fosse um dos donos daquela empresa.

Agora pense sobre isso por um minuto…

Parece atrativo pra você?

É basicamente isso que você faz na Bolsa de Valores.

Como funciona para fazer compras sem gastar

loja magazine luiza

Você compra ações de uma determinada empresa, investindo o seu dinheiro nela, e ela paga você por este empréstimo.

Esses juros no mercado de ações são chamados dividendos.

Ou seja, você recebe dinheiro sem precisar dobrar o seu tempo de trabalho.

Como uma espécie de aluguel.

Eles são os frutos que o dinheiro que você investiu dá.

E se por alguma urgência você precisar daquele valor, ele vai estar lá.

Claro que essa garantia só vai depender de você escolher a estratégia certa na hora de comprar suas ações.

Mas é possível de acontecer, porque há um método para isso.

É só você conhecer e aplicar.

E é assim que as pessoas ricas estão fazendo para garantir a sua Aposentadoria Independente e compras sem gastar.

O investimento em ações é muito mais simples do que a maioria imagina.

É o jeito mais adequado de você trilhar o caminho para a Liberdade Financeira.

E o bom é que esse método diminui o risco que você já deve estar pensando que existe.

Portanto se você seguir os passos, você chega lá.

O seu conhecimento será a garantia do seu sucesso.

Se quiser saber exatamente como ter uma renda para fazer compras sem gastar, você pode baixar uma cópia do nosso ebook gratuito como gerar uma renda até R$5 mil por mês com dividendos, onde ensinamos o passo-a-passo da geração de renda, além de muitas outras coisas.

Clique aqui pra baixar uma cópia gratuita do ebook e descubra como gerar uma renda mensal com segurança. 

Crédito das imagens: www.shutterstock.com

Seguir Dicas De Terceiros Vai Impedir Você De Ser Livre Financeiramente

Você escuta dicas de terceiros na hora de investir?

O bom e velho provérbio alemão volta à tona para ilustrar este artigo:

Se conselho fosse bom, ninguém dava, vendia.

E neste caso, mesmo vendendo, desconfie.

Vou explicar…

Quando você vai ao banco falar com o seu gerente, você acredita que o que ele está sugerindo é realmente o melhor para o seu dinheiro?

E o operador da corretora de valores, você consegue acreditar que ele quer melhorar a sua vida quando telefona pressionando você a comprar ou vender urgentemente uma ação?

Essa pessoa que atende você pode até ser simpática e carismática, porém ela está defendendo os interesses da empresa que trabalha!

E não há mal nisso… cada um com seu emprego.

No entanto, se você quiser realmente que os seus interesses estejam em primeiro lugar, só há uma maneira: assumir para si essa responsabilidade e investir por conta própria!

Agora você deve estar pensando que não tem conhecimento o suficiente nem dinheiro para investir…

O que são duas inverdades! No final desse artigo você vai entender o porquê.

Agora, vou explicar três motivos para você esquecer de uma vez por todas os “conselhos valiosos” que seu gerente do banco ou operador da corretora lhe passam.

As 3 Principais Desvantagens De Seguir Dicas de Terceiros

1 – Não é você que toma as decisões

Se você segue dicas de terceiros, não é você que toma as decisões

Quando você delega a terceiros os seus investimentos, não é você que toma as decisões importantes que envolvem o seu patrimônio.

Se você investe em um fundo de investimento do banco ou da corretora, por exemplo, os ativos que compõem esses fundos são escolhidos pelos comitês responsáveis e você não possui nenhum controle sobre as decisões deles.

Você não sabe se o que estão fazendo têm realmente a ver com o seu interesse ou com os seus objetivos.

Além dos problemas referentes ao famoso comportamento de manada e dos conflitos de interesse, estes comitês de investimento são compostos por diversas pessoas, que às vezes têm diferentes abordagens de investimento, dos quais nem todos compartilham do mesmo ponto de vista.

Ainda, muitas vezes, os gestores destes fundos são obrigados a alocar o capital apenas para enquadrar a carteira dentro da política de investimento do fundo, mesmo que esta alocação tenha que ser feita em um momento ruim de mercado.

Já imaginou o desperdício de dinheiro que você vai ter?

Sendo um investidor livre para investir seu próprio dinheiro da forma que bem deseja, você não tem nenhum desses problemas.

Você tem total liberdade de gerenciar seus investimentos da melhor forma possível.

Tendo como único beneficiário, você.

2 – Você perde o controle dos custos

Os custos de seguir dicas de terceiros

O controle de custos e taxas é um ponto muito importante para alcançar resultados superiores no longo prazo ao lidar com seus investimentos.

E se você investe em fundos, previdência privada ou segue quaisquer dicas de terceiros, você certamente está pagando caro por isso.

Alguns fundos cobram uma taxa de administração de 3% ao ano sobre todo dinheiro investido. Essa taxa, no longo prazo, pesa demais sobre a rentabilidade do seu investimento.

Fonte: BrasilPrev

Planos de previdência privada além de cobrarem altíssimas taxas de administração também cobram as taxas de carregamento, que nada mais são do que o banco cobrando uma espécie de “imposto” sobre todas as suas aplicações mensais. 

Fonte: BrasilPrev

Percebe como essas taxas têm o potencial de cortar boa parte da sua rentabilidade?

Não é à toa que 96,1% dos fundos de previdência privada, dos principais bancos brasileiros, tem rendimento pior do que a poupança.

3 – Há um sério conflito de interesses

Conflitos de Interesse

Você já deve ter se encontrado nessa situação de conflito caso já tenha parado para conversar com o seu gerente ou corretor, certo?

Como eu já disse, só você pode colocar os seus interesses em primeiro lugar.

Só você sabe o quanto trabalhou por cada centavo, e por isso vai valorizar de maneira justa o seu próprio dinheiro.

Os produtos que serão ofertados a você serão os que dão mais dinheiro, mas definitivamente não para você…

E sim para o banco ou para corretora.

Normal, eles precisam vender para serem reconhecidos nas suas empresas.

No caso dos corretores, eles ganham dinheiro toda vez que você compra ou vende uma ação.

Já os gerentes de banco normalmente possuem metas a alcançar nas vendas.

No fim das contas, eles ganham quando você ganha e quando você perde.

Assumindo a responsabilidade

Para poder alcançar a Liberdade Financeira o mais cedo possível, você não deve escutar dicas de terceiros.

Definitivamente não vai ser dividindo a sua rentabilidade com intermediários que você vai ser livre financeiramente.

E não são só os agentes da indústria financeira que possuem enormes conflitos de interesse.

Você também não deve dar ouvidos ao seu vizinho, ao colega de trabalho ou ao noticiário.

Você nunca sabe se está conversando com um investidor ou com um especulador.

Lembre-se que o que pode ser bom para eles, não necessariamente será bom para você.

Ninguém melhor vai cuidar melhor do seu dinheiro do que você mesmo.

E como eu disse lá no início do texto, você não precisa ser nenhum especialista para fazer isso da melhor maneira.

Nem mesmo ter dinheiro guardado para começar.

Você só precisa da estratégia certa!

E isso é o que eu ensino no meu último treinamento gratuito: 3 Passos Para Alcançar a Liberdade Financeira por conta própria.

Livre-se de terceiros. Assuma o controle da sua vida financeira!

Nesse treinamento vou revelar para você que:

  • É quase impossível ser livre financeiramente seguindo dicas de terceiros;
  • Investir por conta própria é algo simples e NÃO toma tempo;
  • Que mesmo com pouco conhecimento, investindo por conta própria você possui uma enorme vantagem em relação aos outros investidores.

[QUERO A MINHA LIBERDADE FINANCEIRA SEM DEPENDER DE TERCEIROS]

Escolha o melhor horário para participar.

Um abraço e bons investimentos!

Crédito das imagens: www.shutterstock.com

Especular Na Bolsa Vai Acabar Com O Seu Dinheiro

Você sabe a diferença entre investir e especular?

Ou melhor, você saberia me dizer se atualmente faz um ou o outro?

Independente da sua resposta, uma coisa é certa: especular na bolsa vai deixar você miserável!

Pergunto se você sabe a diferença porque muita gente pensa que é a mesma coisa…

Quando na verdade não é.

De antemão, preciso dar um aviso importante: se você estiver especulando, pare com isso agora mesmo!

Feche o seu Home Broker e esqueça de uma vez por todas este modo de lidar com seus investimentos em bolsa de valores..

Você muito provavelmente não vai se dar bem dessa forma, a não ser que essa seja a sua profissão.

Vou explicar melhor…

Conheço muitas pessoas que especulavam e achavam que estavam investindo.

Em 99,9% das vezes as consequências foram trágicas

Muitos alunos meus são ex-especuladores e todos os dias eu recebo relatos contando histórias muito tristes.

Veja o caso do Rogério Ribeiro, por exemplo, que foi entrevistado aqui no GuiaInvest para a área de Histórias de Sucesso (no final desse texto vou disponibilizar o link do conteúdo completo).

Rogério entrou na Bolsa de Valores sem antes buscar conhecimento… E acabou especulando em vez de investir corretamente, como acontece com muita gente.

Veja:

Fonte: Blog GuiaInvest

Logo, Rogério mudou sua estratégia, fez sua assinatura no GuiaInvest e hoje investe da maneira correta.

Já está, inclusive, colhendo os frutos de seus investimentos, como você confere em outra parte da entrevista a seguir:

Fonte: Blog GuiaInvest

Rogério foi do fracasso ao sucesso.

Da especulação ao investimento. Deu tão certo que ele foi parar no meu blog, como uma História de Sucesso.

E é por isso que eu escrevo este artigo hoje: quero ajudar você a entender melhor esse assunto, para evitar as especulações. Fazendo isso você elimina em 90% o risco de perder dinheiro na Bolsa.

Você vai poder compartilhar este conhecimento com quem você conhece, para evitar erros como aconteceu com Rogério.

Vamos lá…

Veja aqui 4 situações em que você está especulando e não sabe:

1# Quando você está torcendo para o preço da ação subir

Especular: torcer para que o preço da ação suba

Torcer por uma ação é o típico comportamento de quem está especulando.

Seja contra ou à favor, se você fica na espera de uma mudança de preço de uma ação, você é um especulador.

Um investidor de verdade, seja ele inciante ou experiente, adquire empresas de valor, lucrativas e sem dívidas.

Nesse caso, a variação do preço da ação importa pouco no curto prazo.

Veja o gráfico de preço da ação ITSA3, por exemplo:

Fonte: GuiaInvest PRO

Perceba que, no curto prazo, o preço oscila bastante.

Já a longo prazo, é possível perceber um nítido movimento de alta do preço da ação.

Um especulador aqui já teria vendido a ação, deixando de lucrar (ou melhor, perdendo) todo o rendimento que viria a longo prazo.

Percebe o valor disso?

Uma empresa boa é aquela que gera lucro e distribui dividendos aos seus acionistas. E esta, por sua vez, é a forma mais simples e rentável de se beneficiar dos investimentos na bolsa de valores.

E não vendendo suas ações antecipadamente só por causa da variação de preço que naturalmente acontece no curto prazo.

Não é à toa que Warren Buffett só investe em empresas lucrativas.

No Brasil, Luiz Barsi faz a mesma coisa: compra ações de boas empresas e agora que já conseguiu acumular um grande patrimônio, vive dos dividendos que recebe.

Lembre-se que os dividendos são como um aluguel que você recebe por ter ações de determinada empresa.

Vale lembrar que os dois investidores começaram com pouco dinheiro, e hoje são bilionários.

2# Quando você compra uma ação porque está ”na baixa” ou vende porque está “na alta”

Especulação vai deixar você pobre

Mesmo que a lógica de comprar uma ação ‘na baixa’ e vender ‘na alta’ faça sentido, usar esse argumento para a tomada de decisão torna você um especulador.

Lembra da imagem do gráfico de preço da ITSA3 que coloquei acima?

É a mesma coisa. O especulador teria vendido na primeira subida, abrindo mão de todo aquele rendimento que estava por vir.

Resumidamente, o especulador coloca o preço da ação à frente dos fundamentos.

E essa pode ser uma grande armadilha.

Muitas ações que estão ‘na alta’ continuam subindo ano após ano.

E o mesmo pode ocorrer com ações compradas ‘na baixa’ e que o preço continua caindo sistematicamente, transformando em pó o seu dinheiro.

Então, o que fazer diante disso?

O segredo dos bons investimentos é comprar ações de boas empresas e mantê-las enquanto continuarem boas.

Dessas empresas você receberá dividendos e poderá reinvestir ou mesmo gastar esse dinheiro, dependendo dos seus objetivos.

3# Quando você entra na bolsa de valores para ganhar dinheiro rápido

Especular é querer ganhar dinheiro rápido

Se a sua visão de investimento não está voltada para o longo prazo, você está especulando!

Simples assim.

Investir em ações é comprar pequenas participações em empresas com o objetivo de obter lucro.

Quando você adquire estas participações, você está se tornando sócio destas empresas.

Não parece atrativo pra você?

Especular, por sua vez, é o ato de realizar transações de curto ou médio prazo, aproveitando-se apenas das variações de preço para tomar sua decisão.

Nada de se tornar sócio da empresa e nem obter parte dos lucros dela.

O especulador não se importa com os fundamentos da ação que está sendo negociada.

Já o investidor, sim.

Pense comigo por 1 segundo: quando você adquire um bom negócio, não há motivo para se desfazer, certo?

Você pode ficar toda a sua vida apenas colhendo os frutos de ser acionista de uma boa companhia.

4# Quando você sente qualquer tipo de emoção

Emoções e especulação

 

Quando você investe é normal ficar feliz vendo o seu patrimônio crescendo. Não há problema nenhum em ficar satisfeito quando alguma coisa boa está acontecendo.

O que não pode ocorrer é você ficar eufórico com um ganho de curto prazo. Ou, pelo contrário, entrar em pânico caso veja suas ações caindo.

Se algum tipo de emoção surgir, saiba que você está especulando. Ou ao menos indo por este caminho.

É hora de prestar atenção para não se perder.

Em primeiro lugar, você não deve olhar seus investimentos todos os dias. Não mesmo. Uma vez por mês já é o bastante.

Você definitivamente não precisa de horas frente ao computador, pensando e analisando.

Acredite: investir é um hábito tão tranquilo quanto ver uma planta crescer.

Você deve dar foco à sua profissão e seus afazeres de rotina, e deixar que o seu dinheiro trabalhe pra você.

Parando de especular

Vale lembrar que especular não é nenhum crime, mas sim uma profissão. E como toda profissão, exige muito conhecimento específico, muita atenção aos mínimos detalhes e toma muito tempo.

Se você estiver especulando e essa não for a sua profissão, recomendo que pare agora mesmo! É o melhor conselho que posso dar a você agora.

Um investidor inteligente reconhece os seus erros rapidamente e por isso consegue corrigi-los. Assim como o Rogério fez.

Eu não tenho dúvidas que especular é um dos piores erros dos investidores, e que não leva ninguém à Liberdade Financeira.

A verdade é que a maioria das pessoas que perdem dinheiro na bolsa é porque especulam.

Os investidores raramente perdem.

Quando você ouvir falar que o investimento em ações é arriscado e/ou difícil, certamente é porque essa pessoa só conhece a especulação.

Agora eu te pergunto…

De que lado você quer estar?

Se você escolheu ficar do lado do investidor, eu tenho um presente.

Convido você a assistir o meu mais novo treinamento gratuito que revela os 3 Passos para chegar à Liberdade Financeira.

Nesse treinamento você vai ver que:

  • Ganhar dinheiro na bolsa no curto prazo é só para profissionais;
  • Ganhar dinheiro na bolsa no longo prazo é possível para qualquer um;
  • Investir o dinheiro não só é mais simples, mas também é muito mais rentável do que especular.

[QUERO VER MEU PATRIMÔNIO CRESCER DE FORMA CONSISTENTE E SEM CORRER RISCOS]

Acesse agora mesmo e escolha o seu horário, pois as vagas são limitadas em cada aula.

Aguardo você lá.

Um abraço e bons investimentos!

PS.: Se você deseja conhecer mais sobre a História de Sucesso do Rogério Ribeiro, clique aqui.

Crédito das imagens: www.shutterstock.com

A Melhor Forma de Gerar Renda Sem Precisar Trabalhar

Quem não gostaria de criar uma Renda Passiva sem precisar trabalhar, não é mesmo?

A maneira mais conhecida de geração de renda é através do trabalho. Esse ganho vindo do seu emprego chama-se Renda Ativa.

No entanto, não é por ser o meio mais conhecido que é o único, ou o melhor deles.

Nas próximas linhas irei mostrar pra você outras maneiras de gerar uma Renda Passiva sem precisar trabalhar a mais por isso.

Uma renda totalmente extra. 

Vamos lá?

Como gerar uma Renda Passiva sem precisar trabalhar

Quando você depende apenas da sua Renda Ativa, você precisa trabalhar continuamente, todos os dias.

Se você decidir parar de trabalhar, imediatamente irá parar de receber dinheiro. O que seria um problema, pois as suas contas não deixariam de chegar e você poderia ficar endividado.

Já na Renda Passiva, isso não acontece.

Você dedica um esforço inicial que produz resultados mesmo se você resolver não fazer mais nada da sua vida.

É como uma árvore frutífera: você planta, cuida e espera todos os anos pelos frutos que ela dá.

Neste tipo de renda é onde se aplica a expressão: fazer o dinheiro trabalhar para você.

À esta altura você já deve imaginar que Renda Passiva é aquela proveniente de investimentos. Posso dizer que você está metade certo.

Na verdade existem dois tipos: Renda Passiva com capital, que no caso são os investimentos; e Renda Passiva sem capital, que envolve direitos autorais, licenças de uso de nomes e patentes, cliques em sites específicos, etc.

Hoje irei falar um pouco apenas da primeira opção: Renda Passiva com capital, proveniente de investimentos financeiros.

Se você tem interesse em criar uma Renda Extra, mesmo que você tenha pouco dinheiro para começar, me acompanhe neste artigo.

Ao final da leitura, você saberá qual o melhor caminho a seguir, e eu ainda vou deixar um presente para que você comece a dar os primeiros passos sozinho.

Tipos de Renda Passiva com capital

Existem diversos investimentos capazes de gerar uma Renda Passiva sem que você precise trabalhar a mais por isso.

Alguns exemplos são:

No entanto, alguns destes têm características complicadas como exigir um alto custo inicial, ou são pouco rentáveis, ou têm alto risco, ou demandam mais tempo…

Tornando-se menos atraentes do que os outros.

Por este motivo, hoje irei falar dessas três opções: Fundos Imobiliários, Tesouro Direto com Cupons e Ações pagadoras de Dividendos.

Estes três investimentos são considerados mais simples e recomendados para quem está começando ou para quem tem pouco dinheiro para começar.

Com valores baixos e um mínimo envolvimento da sua parte, você tem a oportunidade de criar uma Renda Passiva sem precisar trabalhar a mais por isso.

No final deste texto irei apresentar um método seguro e eficaz para o melhor destes investimentos, caso você opte por começar ainda hoje.

Vou explicar melhor em seguida…

Agora vamos aos investimentos.

Fundos Imobiliários

Os Fundos de Investimentos Imobiliários, ou FII’s, para os mais íntimos, são formados por grupos de investidores que aplicam dinheiro em negócios imobiliários.

Nisso se incluem imóveis prontos, como edifícios comerciais, shoppings, hospitais e galpões.

Um fundo pode conter mais de um imóvel, por exemplo, assim como um fundo de investimentos é composto por vários ativos.

O objetivo é comprar cotas desses fundos de imóveis e mensalmente receber os proventos, que nada mais são do que aluguéis.

Quando você compra uma cota de um fundo imobiliário, você se torna proprietário de uma pequena parte de todos os imóveis compostos no fundo.

Logo, você recebe o aluguel dos inquilinos proporcionalmente ao valor de sua cota.

É como ter um imóvel e alugar, mas sem toda a incomodação que é ter um imóvel.

A vantagem desses investimentos é a isenção de Imposto de Renda nos alugueis recebidos.

Títulos Públicos com Cupons

Este é um investimento de Renda Fixa. É considerado seguro, porém não muito rentável.

É uma modalidade de títulos do governo, onde você compra um título e seu dinheiro fica rendendo.

Dentre os títulos existentes, dois permitem que você opte por receber os juros com cupons de 6 em 6 meses.

São eles:

  • Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais
  • Tesouro Prefixado com Juros Semestrais

Nesses casos, você escolhe a data de vencimento (entre as disponíveis). Quanto maior for o tempo que você vai deixar o dinheiro investido, maior será a sua rentabilidade.

Porém, uma vez que você opte pelos juros semestrais para gerar a sua Renda Passiva, sua rentabilidade final será menor.

Este é o ponto negativo deste tipo de investimento. Apesar de ser seguro, você demora até construir uma Renda Passiva que seja eficaz para complementar a sua vida financeira.

Ações pagadoras de Dividendos – o melhor caminho a seguir

Ações são pequenas participações que você pode comprar de uma empresa, tornando-se um dos sócios.

Dessa forma você recebe participações nos lucros – os chamados dividendos. Existem ações negociadas na bolsa a menos de R$ 10.

Assim sendo, hoje em dia, é muito simples a entrada de novos investidores na Bolsa de Valores.

Mas você não pode escolher qualquer empresa para ser sócio.

Um grande erro é achar que ser sócio de uma empresa famosa é sinônimo de resultado…

Quando na verdade, muitas empresas conhecidas possuem prejuízos enormes.

No entanto, escolher boas empresas para ser sócio não é uma tarefa tão difícil. O ideal é sempre fazer parte de negócios altamente lucrativos.

No final deste artigo deixei um presente, que trará o passo a passo para você saber analisar e escolher suas ações.

Depois disso, é necessário que, dentre as empresas lucrativas que você analisou, você escolha as que possuem o maior potencial de pagamento de dividendos.

O dividendo é o lucro da empresa distribuído aos acionistas. Ao comprar uma ação pagadora de dividendos, você receberá uma quantidade de dividendos proporcional ao número de ações que você possui.

Quanto mais ações, maior os valor dos dividendos que você receberá.

E o mais importante: você deve investir regularmente nesse tipo de ação. É isso que vai permitir você ter um Renda Passiva sem precisar trabalhar a mais por isso.  

E quais as vantagens de investir em empresas que pagam bons dividendos?

Primeiro, elas possuem baixa volatilidade em relação a outras ações do mercado, sofrendo menos com o sobe e desce da bolsa.

Segundo, pois os investidores em dividendos tendem a ser mais comprometidos em receber o lucro dessas empresas, logo não ficam comprando e vendendo a todo momento.

Eles querem receber renda em períodos de crise e de euforia, então, o preço dessas ações costuma ser muito mais estável.

Assim, investir em empresas que pagam bons dividendos é vantajoso pois é possível ganhar mesmo com a bolsa em queda.

A verdade é que existem indicadores específicos para saber quais são as melhores empresas pagadoras de dividendos, e você saberá assim que receber o presente que preparei.

Esses indicadores são conceitos muito simples, mas são fundamentais para garantir a qualidade das ações que você está comprando.

Colocando a mão na massa…

Agora que você já sabe as principais formas de gerar uma Renda Passiva sem precisar trabalhar, é hora de colocar a mão na massa

Você já sabe que o melhor caminho a seguir para uma renda extra são os dividendos. E, conforme o prometido, deixo aqui o presente que comentei com você.

Se trata de um ebook, 100% gratuito, onde você garantirá um completo passo a passo para você começar os seus investimentos em ações.

Mesmo que você:

  • Tenha pouco dinheiro para começar;
  • Seja leigo na Bolsa de Valores;
  • Não tenha muito tempo nem paciência para ficar acompanhando o mercado.

Através deste material, você terá a chave para uma nova vida. A vida próspera de um Investidor de verdade.

Você poderá compartilhar o seu conhecimento com todos os seus amigos e familiares. Me ajudando a espalhar a Educação Financeira por aí.

Você aprenderá uma maneira segura, eficaz e concreta de criar uma Renda Passiva, que poderá levar você diretamente para o caminho da Liberdade Financeira.

E então, vamos nessa?

Quero baixar o ebook e dar início à minha jornada da Liberdade Financeira!

Deixe um comentário abaixo para eu saber o que você achou deste artigo, e do presente que deixei no final.

Até o próximo post!