4 bancos que distribuiram uma NTCO3 inteira em dividendos

Faça você a sua parte, porque o Itauzão não vai assistir parado a escalada das fintechs
Marcelo Fayh

Marcelo Fayh

Sócio do GuiaInvest, especialista na geração de renda através de bons investimentos.
4 grandes bancos pagam dividendos

Caro leitor,

O investidor iniciante costuma dizer que o dividendo é muito pequeno e que isso é desestimulante.

Você sabe de quem é a culpa de o dividendo ser tão pequeno?

Sua (contém ironia: leia até o fim antes de ficar brabo comigo).

As empresas que pagam dividendos fazem a parte delas. Faça você a sua.

Vamos começar falando da parte das empresas.

Pega o exemplo dos quatro maiores bancos brasileiros, que em 2019 distribuíram o equivalente ao valor de mercado do Grupo Natura.

Os responsáveis por inundar a carteira dos sócios com dividendos são Itaú, Bradesco, Banco do Brasil e Santander.

​Veja a evolução ano a ano dos pagamentos deles aos sócios:

Dividendos pagos pelos 4 grandes bancos

O Itaú, sozinho foi responsável por uma fatia de 26 bilhões, quase metade do total.

Muitos falam que os bancões estão com os dias contados por causa das fintechs e suas disrupções.

Tem muita gritaria e, ainda, pouco efeito prático sobre os balanços dos grandes bancos.

O último resultado do Itaú foi surpreendente.

Melhorou em quase todas as métricas que o mercado considera relevante.

​Mas e as ameaças das fintechs que vão (no futuro, ou seja ainda não fizeram nada) tomar conta deste mercado?

Por enquanto, quem realmente fez algo que poderia incomodar os bancões até agora foi a XP.

O que o Itaú fez?

Foi lá e comprou 49% da empresa.

Só não comprou tudo, por que o CADE e Bacen impediram.

Na época o Itauzão desembolsou o equivalente ao lucro de um trimestre.

Ele fez do limão uma limonada.

Esse foi o melhor investimento do banco nos últimos muitos anos.

E veja que história louca…

Esses dias conversei com um amigo que trabalha no Itaú BBA, segmento do Itaú que atende grandes empresas.

Ele me contou que em um evento com os colaboradores, os sócios controladores (Setúbal e Moreira Salles) foram questionados sobre a compra da XP e sobre o mercado que eles estavam perdendo para a XP.

A resposta foi maravilhosa.

Foi algo do tipo: “Olha eu estou perdendo somente metade deste mercado. Perceba que somos donos de metade da XP. Portanto a metade desse resultado volta para mim. Quando a vocês? Bem, corram atrás. Não vão deixar eles passarem vocês, né?”.

Se você é acionista do Itaú, portanto saiba que você possui indiretamente, metade da XP também.

Eu me sinto seguro investindo neste banco.

Eles foram inteligentes e ágeis no caso da XP, acredito que conseguirão ser em outros casos.

Você acha que eles vão assistir sentados o avanço das fintechs?

Antes de ir embora, vamos fechar aquele assunto lá do início…

culpa de receber poucos dividendos é sua.

Organize suas finanças e trate logo de comprar os quatro maiores bancos do país!

Moleza: vai dizer que em um ano não dá para juntar uns 951 “bilhõezinhos”.

Vai sair um pouco caro, mas ano que vem além deles você poderia comprar a Natura só com os proventos.

Se isso ficar um pouco longe do seu alcance, comece com uma ação que seja. Vá comprando aos poucos até que isso vire um bom dinheiro.

Quanto mais dividendos, mais ações você compra e, consequentemente, mais dividendos recebe. Esse ciclo virtuoso é exponencial e, no bom sentido, foge do seu controle.

Isso depende de você. Eu tenho 10 empresas para sugerir para você.

Quanto antes começar, melhor.

Abraço.

Marcelo Fayh atua profissionalmente no mercado financeiro desde 2007. Começou como operador de Bolsa, ministrou cursos e palestras pela XP Educação e teve seu próprio escritório de investimentos. Antes de virar analista, atuou como assessor de operações de Fusões e Aquisições. Acredita que qualquer pessoa é capaz de melhorar sua qualidade de vida através de escolhas e investimentos inteligentes. Escreve para o TheCap na coluna Fundos a Fundos.

Compartilhe essa publicação:

Introdução a
Bolsa de Valores

Partindo do zero até a compra da sua primeira ação

Assista à primeira aula gratuita

Outras Publicações