A Fórmula da Felicidade nos Investimentos

Para mim, nos investimentos, a felicidade tem uma fórmula matemática bem simples.
André Fogaça

André Fogaça

Co-fundador do GuiaInvest, pós-graduado em Economia e Consultor de Investimentos CVM

Caro leitor,

Felicidade pode significar muitas coisas para muita gente. 

Para mim, nos investimentos, ela tem uma fórmula matemática bem simples:

Felicidade = realidade – expectativa

Deixa eu explicar para você.

Quando a realidade é melhor do que estávamos esperando, ótimo. Por pior que seja. 

Algo muito bom pode até ser ruim, se o que você esperava era algo ótimo. 

O que quero dizer é que a mesma coisa pode te deixar feliz ou triste, dependendo apenas de qual era a sua expectativa sobre ela.

Quer saber como isso funciona na prática nos seus investimentos, mais especificamente quando estamos falando de dividendos?

Vamos destrinchar a tal fórmula:

A realidade de investimentos em empresas boas pagadoras de dividendos é que você estará se tornando sócio de grandes empresas, consolidadas, normalmente líderes e dominantes em seus mercados.

Sendo assim, é difícil imaginar que elas multipliquem de tamanho e valor em pouco tempo. Uma coisa é a PRIO3 dobrar de tamanho, outra coisa é a PETR4 dobrar. Capaz de faltar petróleo para tanta empresa… 

Por outro lado, com o tamanho todo, vem a musculatura e o poder de fogo para enfrentar momentos difíceis. Quem você acha que tem maiores chances de sair menos machucado de uma crise? PRIO3 ou PETR4?

A expectativa é você quem faz. Ou cria da sua cabeça. De um jeito ou de outro é a parte da fórmula que você pode controlar e definir.

Uma carteira de dividendos não está lá para ser a campeã de rentabilidade. Ela está lá para ser mais consistente, resiliente e conservadora. Não espere um velocista, um Usain Bolt da bolsa. Ela é a maratonista da turma. Corre mais lento, mas corre longe, sem parar.

Ela está lá para te fazer sentir o gostinho do dividendo caindo na sua conta. E você comprando mais ações com o dinheiro que elas mesmas te dão. E por aí vai até que o bolo seja tão grande que você poderá pagar suas contas com este dividendos.

Mantenha o foco no longo prazo e você verá um investimento que não sobe tanto quanto os melhores do mercado, mas também não cai tanto nos mercados de baixa.

Investir em dividendos é a melhor forma de se manter fiel a estratégia, pois eles renovam a sua convicção a cada distribuição que cai na sua conta.

Ajuste sua expectativa na sintonia correta dos dividendos e você será feliz com eles!

Abraço,

Marcelo.

Compartilhe essa publicação:

Introdução a
Bolsa de Valores

Partindo do zero até a compra da sua primeira ação

Assista à primeira aula gratuita

Outras Publicações

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação e a nossa plataforma. Ao utilizar os nossos serviços, você concorda com tais condições. Para mais informações, visite nossos Termos de Uso e Serviços.