AAPL34, DISB34, MSFT34, COCA34: criando barreiras

AAPL34, DISB34, MSFT34, COCA34: Construa um fosso para seu castelo e ganhará muito dinheiro com isso.
Eduardo Voglino

Eduardo Voglino

Sócio do GuiaInvest, especialista em ações e seguidor da filosofia de Value Investing.
Barreira de entrada de grandes empresas

Olá, investidor!

Posso te contar um segredo?

AAPL34, DISB34, MSFT34 me ajudaram a montar a carteira do Canal Joias da Bolsa.

Lá eu só decido comprar uma ação quando enxergo que a empresa será bem-sucedida e que manterá um bom desempenho no mínimo pelos próximos 20 anos.

Mas como faço para identificar esse potencial?

Quando vou analisar uma ação, além de analisar os indicadores, eu analiso o que chamo de barreira de proteção ou vantagens competitivas, utilize o nome que achar mais conveniente.

Esse é o segredo!

Citando Warren Buffett:

“Busco vantagem competitiva duradoura que a proteja do ataque, tal como um fosso protege um castelo.”

Quando ele cita ataque, refere-se as empresas concorrentes.

A ideia de barreira de proteção é realmente simples.

Veja a Coca-Cola (COCA34), ela tens duas barreiras de proteção muito importantes:

1 – Os estabelecimentos que vendem Coca-Cola, disponibilizam a maior parte do refrigerador para a própria Cola-Cola. Simplesmente porque os consumidores vão à loja para comprar especificamente este esse refrigerante.

A Coca-Cola investe fortunas em marketing. Quase que diariamente você assiste uma propaganda na televisão ou em qualquer outra mídia. Para o dono do estabelecimento que vende o produto, esse marketing não custa um centavo.

Faria sentindo o estabelecimento disponibilizar uma grande parte do refrigerador para um novo refrigerante desconhecido? Não.

Obstáculo importante para os concorrentes, concorda?

Um refrigerante da Coca-Cola é muito mais caro que um refrigerante genérico, mas ninguém que quer uma Coca-Cola se importa com isso.

Tenho certeza que quando bate aquela sede, você imagina aquele copo de Coca-Cola bem gelado borbulhando…

2 – O segredo comercial é uma das maiores barreira de proteção da empresa, é tão bem guardado que nem mesmo a própria Coca-Cola conseguiria competir com ela mesma. Inclusive ela tentou, quando criou uma nova fórmula – New Coke -, que foi um desastre de vendas.

As pessoas gostam da Coca-Cola do jeito que ela é há mais de 100 anos.

​A Coca-Cola é simplesmente impossível de ser copiada.

Empresas que possuem barreiras de proteção irão gerar obscenos ganhos no longo prazo, pois são únicas.

​Veja que além da COCA34, temos os exemplos de Apple (AAPL34), Disney (DISB34), Microsoft (MSFT34):

Barreiras de entrada de grandes empresas

As empresas citadas foram só alguns exemplos. Optei por não utilizar empresas brasileiras para evitar que você interpretasse como indicação.

Normalmente empresas com uma ou mais barreiras, naturalmente apresentaram bons indicadores.

Busco enxergar além dos números quando analiso uma empresa. Pode parecer difícil inicialmente, mas é tudo questão de prática.

Dica: Antes de comprar uma ação, confirme se ela possui ao menos uma barreira de proteção. As chances de sobrevivência e crescimento delas serão superiores às outras.

​Forte abraço!

Eduardo Voglino é analista de ações credenciado na APIMEC (CNPI 2202), atua no mercado financeiro desde 2006 e já assessorou diretamente milhares de pessoas quando teve seu próprio escritório vinculado à XP. É um entusiasta em buscar valor e assimetrias no mercado de ações. Escreve para o TheCap na coluna Fórmula Buffett.

Compartilhe essa publicação:

Introdução a
Bolsa de Valores

Partindo do zero até a compra da sua primeira ação

Assista à primeira aula gratuita