Antes restritos para Investidores Qualificados, agora abertos ao público em geral

Equipe Guiainvest

Equipe Guiainvest

Caro leitor,

Hoje escrevo para quem gosta de fundos de papel.

Fundos Imobiliários de Papel são fundos que não compram imóveis físicos, mas sim títulos de renda fixa ligados a operações imobiliárias.

Eles podem ter ou não um imóvel físico atrelado, mas apenas como forma de garantia da operação.

O principal papel comprado por este tipo de fundo é o CRI – Certificado de Recebíveis Imobiliários.

Quem emite esse tipo de papel tem um contrato imobiliário (pode ser financiamento, aluguel ou outro) que garante recebimentos futuros.

Imagine que você possua um imóvel que está locado por 10 anos. Quer dizer que você tem um aluguel para receber pela próxima década inteira. Certo?

Das duas uma:

Você pode deixar tudo como está e ir recebendo os aluguéis aos poucos;

Ou então pode optar por receber esses valores à vista. Para isso, você precisará emitir um CRI e encontrar quem queira comprá-lo.

Claro que esse recebimento à vista vem com um desconto né?

Afinal quem irá te entregar este dinheiro à vista para receber a prazo vai querer ganhar alguma coisa com isso.

Esse “desconto” é a remuneração do investidor do CRI. É a diferença entre o quanto ele vai te pagar hoje para o quanto ele vai receber no futuro.

O Fundos de Papel fazem esse tipo de investimento. Procuram quem tem algum recebível imobiliário e antecipam estes valores em troca de um bom desconto.

As novidades nesse mercado ficam por conta de dois fundos da gestora Kinea, uma das mais tradicionais no mercado de FIIs.

Essa gestora possui dois bons fundos de papel.

Até pouco tempo atrás, esses fundos eram restritos a investidores qualificados e, portanto estavam fora do alcance do investidor comum como você e eu.

O Kinea Renda Imobiliária (KNCR11), há poucas semanas mudou seu público alvo para investidores em geral. Agora, ele está ao seu alcance.

Esse fundo é focado em compra de CRIs com rentabilidade atrelada ao CDI.

O Kinea Índices de Preços (KNIP11) anunciou que seguirá o mesmo caminho na próximo assembléia: mudar o público alvo para investidores em geral.

Se for aprovada a medida (e a expectativa é que seja), o fundo ficará acessível ao investidor comum em dezembro.

Esse fundo também é focado em compra de CRIs, mas com rentabilidade atrelada a índices de inflação.

Os dois são excelentes alternativas entre os fundos de papéis.

Estou sempre atento: o KNCR11 entrou na seleção de FIIs do Aluguel Inteligente assim que mudou o público-alvo.

O KNIP11 terá o mesmo destino assim que se confirmar a mudança de público-alvo.

Abraço!

Outras Publicações

Leia Mais

Ebook - Bolsa de Valores para Leigos

Bolsa de Valores Para Leigos

André Fogaça

Nesse e-book você vai dar os seus primeiros passos no mundo dos investimentos e ficar por dentro de alguns detalhes importantes do mercado de ações. Você se sentirá seguro de conversar sobre investimento com qualquer pessoa depois de ler esse livro. Arrisco dizer ainda que você vai ficar louco para começar a investir. Uma boa leitura!

Sem tempo para ler? Assista nossas Palestras Online

Abrir conversa
1
Precisa de Ajuda?
Olá,
Podemos te ajudar?
Powered by