O poder das rejeitadas…

O conselho de um velhinho simpático

Querido leitor,

Hoje quero compartilhar com você um pouquinho da sabedoria de Warren Buffett.

Caso você não saiba, Buffett além de ser um dos homens mais ricos do mundo e referência como investidor bem sucedido, também é um grande filantropo.

O motivo que me fez compartilhar com você hoje um valioso conselho desse investidor não é unicamente pensando na sua vida financeira.

A filosofia de Warren Buffett se aplica tanto para o seu dinheiro quanto para o restante de sua vida.

Afinal de contas, você não é uma coisa só.

A sua vida é constituída por diversas áreas (família, trabalho etc)… e quando você age com coerência em relação a todos eles tudo tende a fluir melhor.

Já que você estará com a sua energia sendo concentrada em um propósito bem maior.

Bom, agora chega de papo e vamos ao que interessa: o valioso conselho de Warren Buffett.

Nos últimos dias estava lendo um livro escrito pela ex-nora de Buffett e por um grande admirador do investidor, que reúne diversos pontos de vista do grande investidor.

O bacana deste livro é que ele reúne filosofias que são úteis não somente para o mundo dos investimentos e sim para a sua vida como um todo.

Bom, espero que o conselho que irei compartilhar hoje seja útil.

Vamos lá…

Você deve pensar por si mesmo

Por mais óbvia que essa frase possa parecer, tenho certeza que você já se pegou apenas reproduzindo uma conduta apenas pelo fato das pessoas estarem fazendo aquilo.

No mercado de ações isso é bem recorrente por sinal, muitas pessoas já investiram em ações simplesmente por serem a ação da moda.

Você provavelmente já ouviu falar na história da OGX.

Ir simplesmente na onda da maioria é extremamente perigoso, porque você deixa de pensar com a sua cabeça e começa a pensar com a mente da manada.

Warren Buffett diz que um dos segredos para ser bem sucedido investindo em ações é saber identificar as ações que Wall Street hoje rejeita, mas pelas quais dará a vida amanhã.

E você jamais conseguirá isso seguindo a manada…

Esta frase se aplica perfeitamente para o nosso mercado.

Uma grande sacada para ser bem sucedido com seus investimentos é saber identificar aqueles papéis que possuem grande potencial de valorização, só que hoje ainda não estão no foco dos grandes investidores.

Agora você pode estar se perguntando como é possível identificar essas ações?

Ativos com potencial de crescimento possuem características em comum, pertencem a empresas com indicadores financeiramente saudáveis.

A lógica é simples, você deve buscar papéis de boas empresas que tenham características semelhantes a ativos que já passaram por uma super onda de valorização.

A boa notícia é que o nosso sistema identificou 6 ações que se enquadram nessas características.

De acordo com o nosso estudo elas apresentam um potencial de valorização superior a 1.247 por cento.

Acredito que você tenha interesse em saber que ações são essas, por isso deixarei o link de acesso disponível no botão abaixo.

6 Small Caps Esquecidas

Bom, por hoje era isso.

Bons investimentos e até a próxima.

Por que o tempo será o seu melhor amigo?

Querido leitor,

Segunda-feira, início de mês e isso pode ser aquele empurrãozinho que você estava esperando para começar a investir de forma lucrativa.

Diversas evidências apontam que estamos vivendo um momento extremamente favorável para o investimento em ações.

Se você é um leitor assíduo dos nossos e-mails possivelmente já escutou a gente falando sobre isso.

Superciclo, entrada de dinheiro estrangeiro na Bolsa, ações prestes a disparar…

Estes são termos recorrentes em nossos e-mails pelo simples fato de que é isso o que está acontecendo no mercado hoje.

E diante deste cenário favorável, quero trazer para você um conselho simples porém extremamente poderoso para você ser um investidor bem sucedido na Bolsa.

Quero falar com você sobre o seu melhor amigo neste mercado: o tempo.

Irei explicar…

Um dos pilares da filosofia de investimento do GuiaInvest é comprar ações de boas empresas visando o longo prazo.

O que são boas empresas?

Você consegue identificar boas empresas ao identificar algumas características em comum como: margem de lucro constante, fluxo de caixa consistente, boa liquidez, níveis de endividamento controlado…

Reflita comigo…
Comprar ações é a mesma coisa que se tornar sócio de uma empresa. Você aceitaria ser sócio de um negócio que não dá lucro e só tem dívidas? Acredito que não…

No momento de escolher seus ativos a lógica é a mesma.

Isso faz sentido para você?

Agora o porquê do longo prazo?

Porque o preço de um papel tende a acompanhar o lucro. Em outras palavras, se você mantiver o ativo de uma empresa que mantém seus lucros constantes, há grandes chances das suas ações se valorizarem e seu patrimônio investido aumentar.

Veja alguns exemplos de comprovam o que estou comentando.

O gráfico abaixo mostra a relação do preço (linha azul) com o lucro (linha laranja) das ações da Magazine Luiza dos últimos 10 anos.

Neste das ações das Lojas Renner:

E aqui das ações do banco Itaú:

Você percebe o quanto é forte a tendência do preço e do lucro se encontrarem no longo prazo?

Por isso que o tempo é o melhor amigo do investidor de ações.

Então o meu conselho de hoje é: seja paciente e confiante nas suas análises.

Se você soube identificar uma boa empresa, ter lucro dependerá mais do seu emocional do que do mercado.

Oscilações diárias são normais e elas não devem preocupar você quando o seu foco é investir em ações de boas empresas.

E não somos nós que inventamos isso… Esta é a filosofia dos investidores mais bem sucedidos do mundo.

Agora você pode estar se perguntando como encontrar essas ações?

A boa notícia é que o André explica todos os detalhes nesse vídeo curtinho (leva menos de 15 minutos).

E aí, vamos aproveitar esse início de agosto para começar a fazer o seu dinheiro trabalhar para você através do mercado de ações?

Bom, por hoje era só.

Boa semana e bons investimentos.

O tipo de ação que aprendi a gostar

Essas podem ser as futuras Apple, Amazon, Netflix, Facebook ou Google da bolsa brasileira

Querido leitor,

Depois de alguns anos investindo, eu aprendi a gostar muito de um tipo específico de ação: as small caps.

Falei mais detalhadamente sobre o que são small caps na semana passada… em resumo, são empresas menores, com baixo valor de mercado, mas que podem crescer muito.

Imagine… quando surgiram Apple, Amazon e outras gigantes, essas empresas eram apenas salas no quintal da casa dos donos.

É claro que é improvável que tenhamos gigantes de tecnologia no Brasil.

Mas pense comigo: imagine se você investisse em um mini-mercado do seu bairro e alguns anos depois ele se tornasse uma grande rede de supermercados?

É esse o tipo de case que se busca quando investimos em small caps.

Não que não seja interessante investir em ações de grandes empresas, mas veja só: um Itaú, um Bradesco, uma AmBev não são empresas que vão se multiplicar de tamanho em poucos anos.

Essas empresas já são gigantes.

Por isso, quando você está montando um portfólio de ações, é sempre válido separar um espaço para se investir em small caps.

No último ciclo de alta da bolsa, vimos diversas small caps se multiplicando de valor. Todo esse crescimento acaba se refletindo no preço das ações.

A Trisul teve uma valorização de 788 por cento em 10 anos.

A Unipar se valorizou incríveis 1.514 por cento no mesmo período.

A Hering atingiu 1.633 por cento de valorização.

Quem colocou 10.000 reais em Hering acabou embolsando 173 mil reais ao final do ciclo.

Um caso recente, mas que provavelmente não vai existir outro igual, é o das ações da Magazine Luíza, que se multiplicaram por mais de 150 vezes em 3 anos.

E é exatamente esse potencial que me fez ficar louca para investir uma pequena parte do meu dinheiro em small caps.

Legal né?

Bom, o desafio para você é o seguinte. Neste documento o André fala sobre 6 small caps que foram esquecidas pelos gigantes do mercado.

Se você quer aprender mais sobre como lucrar com esse tipo de ação, a hora é agora.

Vou ficando por aqui essa semana.

Desejo uma boa seleção de small caps para você.

O que são Small Caps?

Querido leitor,

Nas próximas linhas você vai entender o que são Small Caps e porque elas carregam os maiores potenciais de valorização da bolsa de valores.

No mundo das ações, nós separamos as empresas pelo seu porte: as Large Caps e as Small Caps.

As Large Caps são ações que grande porte, com valor de mercado acima de 5 bilhões e de reais.

Os principais exemplos são as tradicionais Petrobras, Vale, Bradesco, Itaú e AmBev.

Qualquer uma delas possui um valor de mercado de mais de de 100 bilhões de reais.

Já as Small Caps possuem um valor de mercado abaixo de 5 bilhões de reais.

São empresas ainda em fase de expansão, que ainda não estão tão maduras quanto as Large Caps.

A Magazine Luíza é um caso emblemático de Small Cap que, em pouco tempo, se tornou uma Large Cap.

Até 2016, o valor de mercado da Magalu era de menos de 1 bilhão de reais.

Hoje, o valor de mercado dela já ultrapassa os 40 bilhões.

Atualmente, algumas Small Caps mais conhecidas que podemos citar são a Marcopolo, Ferbasa, Arezzo, etc.

Em um ciclo de alta da bolsa, como o que estamos vivendo, as primeiras altas são lideradas pelas Large Caps.

No entanto, mesmo que demorem mais para começar a subir, as Small Caps são sempre as maiores porradas.

Isso ocorre porque elas são diamantes em fase de lapidação.

Sem dúvida é um investimento um pouco mais arriscado, mas o potencial de lucro é bem maior.

Em um único ano, é comum de ver elas se multiplicando por 4, 5, 6 ou até 7 vezes.

Em um ano, um despretensioso investimento de 1.000 reais na Small Cap certa pode se transformar em 7.000.

Nada mal.

Pode até parecer raro isso, mas essas empresas sempre existiram e sempre estiveram à sua disposição na bolsa…

A questão é que com todos os conflitos de interesse que encontramos no mercado financeiro, dificilmente um gerente de banco vai encorajar você a investir em uma Small Cap.

Ele vai preferir ganhar a comissão dele vendendo um seguro, um título de capitalização ou plano de previdência privada bem sem vergonha.

Mesmo assim, isso não vem impedindo que os alunos do GuiaInvest lucrem com Small Caps.

Você está convidado para ser o próximo.

Lucre com Small Caps

Um abraço e até a próxima!

Por que você precisa agir rápido?

Descomplicando os motivos de uma possível alta

Querido leitor,

Se você tem acompanhado nossos e-mails e está de olho nas notícias a respeito da Bolsa de Valores provavelmente já escutou que estamos vivendo um ciclo de alta dentro da Bolsa.

Apesar das oscilações dos últimos meses, na última semana o Ibovespa acumulou recordes e fechou a sexta-feira com 104 mil pontos.

Este constante crescimento dos últimos dias está diretamente ligado ao andamento da Reforma da Previdência que ao que tudo indica tem grandes chances de ser aprovada nas próximas semanas.

E o motivo de estar escrevendo este e-mail é para explicar para você porque esta medida tem puxado o Ibovespa para cima.

Vamos lá…

Não é novidade dizer para você que a nossa economia ainda é instável em comparação às economias mais sólidas do mundo.

O que talvez você ainda não saiba é que investidores estrangeiros procuram oportunidades de investimentos em países de economia emergentes.

Por quê?

Porque países com economias em processo de amadurecimento tendem a apresentar oportunidades de crescimento maiores do que aquelas existentes em países com economias mais consolidadas como EUA, Japão, Reino Unido e Alemanha.

É uma lógica parecida com a do investimento em Small Caps, que são empresas ainda menores, que possuem um potencial de crescimento muito grande. Logo, as ações dessas empresas também carregam alto potencial de valorização.

A questão é que o investidor de fora não vai colocar seu dinheiro em qualquer lugar. E mesmo que o foco sejam economias de países emergentes, é preciso que exista algum indicador que torne aquele investimento seguro.

E no caso do Brasil a aprovação da Reforma para o investidor estrangeiro é um indicador de uma economia mais estável.

Com a aprovação da Reforma, o investidor estrangeiro tende a se posicionar ainda mais nas empresas da Bolsa brasileira. E daí a lei da oferta e demanda é clara: um aumento pela demanda de ações brasileiras irá puxar o preço para cima.

Agora você pode estar se perguntando, como você pode ganhar essas informações que estou compartilhando aqui.

É simples…

Comprando ações de boas empresas que estejam sendo negociadas com desconto antes que o fluxo de investimento de fora entre no Brasil.

A lógica não é complexa…

O preço de ações de boas empresas tendem a aumentar com a reforma, se você souber encontrar essas ações antes dessa alta se consolidar, você aumenta as chances de multiplicar o seu patrimônio.

Em resumo, a reforma vai colocar dinheiro estrangeiro dentro da Bolsa e isso vai ser o gatilho para o Ibovespa disparar.

Ficou claro para você por que frisamos que você deve se posicionar antes da reforma?

Caso você tenha interesse em encontrar ações de boas empresas, nesta aula o André revela como.

Bom, por hoje era isso.

Espero ter conseguido ajudar você que ainda é iniciante.

12 Hábitos que Irão Ajudar Você a Conquistar sua Independência Financeira

Entenda o conceito de autossuficiência financeira ou liberdade financeira.

Frequentemente, essa definição é usada para se referir a pessoas que conquistaram um estilo de vida libertado de um emprego tradicional. Com isso, podem desfrutar de hobbies, lazeres ou, até mesmo, abrindo um negócio próprio.

Algumas pessoas conseguem isso com a ajuda da poupança e investimentos ao longo de muitos anos, enquanto outros constroem empresas de sucesso que podem gerar a renda necessária para manter seu padrão de vida.

Não há nada como a sensação de total liberdade.

Pratique 12 hábitos para você conquistar sua independência financeira de vez

Sempre pratique alguns hábitos saudáveis que trazem benefícios econômicos. Isso costuma ser uma atitude catalisadora para conquistar a liberdade com suas finanças. Diante disso, comece a adotar novos comportamentos que vão conduzir a uma enriquecedora jornada pessoal.

Selecionamos 12 hábitos importantes para você ser independente. Confira!

1. Evite dívidas que possam atrapalhar o objetivo de conquistar sua liberdade financeira

O endividamento sempre foi considerado uma ruína que distancia dos sonhos. Se você utiliza cartões de crédito para comprar bens de consumo, então está enriquecendo os bancos e não a si mesmo.

Os cartões de crédito, empréstimos e financiamentos de carro são exemplos de máquinas geradoras de dinheiro para os credores. O primeiro passo que deve ser tomado é se livrar de dívidas com juros altos e, assim, liberar o seu dinheiro para trabalhar para você, em vez de grandes bancos comerciais.

2. Ignore o vizinho e comece a olhar para suas conquistas

Muitas pessoas gastam o dinheiro que não têm para comprar coisas de que não precisam e para impressionar as pessoas de quem não gostam. A frase é do artista norte-americano Will Rogers. Uma das muitas razões para se gastar tanto dinheiro em coisas que, na maior parte das vezes, não precisamos é a comparação com os nossos amigos e vizinhos.

Acumular coisas é realmente o motivo pelo qual você levanta todas as manhãs para ir trabalhar? Aposto que não. A maioria de nós não precisa de uma mansão com 3.000 metros quadrados e carros de luxo. Uma casa e um carro modestos vão servir tão bem quanto.

Os comerciais de carros na TV tornam a vida uma competição para comprar o veículo mais caro, mas você não tem que cair nessa. Em vez disso, ignore a opinião dos outros: dessa forma, você deixará seus vizinhos para trás financeiramente.

3. Gaste menos do que você ganha

A verdadeira chave para começar a gerir melhor seu dinheiro é gastar menos do que você ganha — a melhor receita, às vezes, pode ser um bom clichê que você já está cansado de ouvir. Ignorar os vizinhos e evitar dívidas sempre será uma parte do caminho andado, porém é necessária muita dedicação para gastar menos do que você recebe.

Em primeiro lugar, você precisa controlar seus gastos e ver por onde seu dinheiro está saindo. Em seguida, você pode cortar o que for desnecessário e manter as despesas mínimas para conservar seu padrão de vida.

Obviamente, é igualmente importante gerar mais renda. Lembre-se de trabalhar ambos os lados da equação para tornar a diferença entre a renda e os gastos cada vez maior.

4. Pague-se primeiro

Isso pode soar egoísta, mas para alcançar a independência financeira você vai precisar colocar-se em primeiro lugar. Você precisa priorizar a poupança acima de todo o resto.

Acumule antes de quitar as contas, comprar mantimentos ou, até mesmo, pagar o aluguel. Pagar-se primeiro incentiva você a viver com um orçamento menor e é um poderoso hábito de economia. Viver com o que sobra depois de pagar a si mesmo é uma ótima maneira de construir riqueza.

5. Compre ativos que geram renda

Uma vez que você começar a poupar, você tem que investir o dinheiro em ativos que gerem renda e valorizem. O mercado de ações tem um bom histórico em longo prazo e muitos investidores constroem riqueza dessa forma.

Os títulos de renda fixa, o investimento em imóveis, ou mesmo a poupança também são todos ativos que vão ajudar você a caminhar em direção a uma vida sem muita preocupação no futuro. Concentre-se na compra de ativos que podem fazer você ganhar dinheiro, em vez daqueles que depreciam e geram custos.

6. Continue investindo em direção à conquista da sua independência financeira

É igualmente importante manter seus investimentos em longo prazo. Você tem que aplicar no mercado de ações, apesar dos anos bons e ruins. Pode ser difícil comprar ações quando o preço está caindo, mas se não fizer isso, provavelmente vai perder ótimas oportunidades. Dessa forma, você estará acumulando riqueza e caminhando em direção a sua total liberdade.

7. Seja flexível de modo a sair da zona de conforto

Seja flexível e ajuste os seus gastos de acordo com sua situação financeira. Alguns anos estão sujeitos a serem financeiramente mais difíceis do que outros e você precisa ser capaz de lidar com eles. Perder um emprego de anos pode ser um empecilho, mas isso pode virar uma oportunidade para buscar outros rumos profissionais.

Se você for demitido, corte despesas e se ajuste rapidamente. Não espere até que você tenha utilizado a sua poupança para cortar os gastos. O mercado de ações pode cair 40% e reduzir o seu patrimônio consideravelmente no próximo ano.

No lugar de sacar o dinheiro, como de costume, outra opção seria obter um emprego de meio período para passar pela fase difícil. Ser flexível significa que você sempre estará com os pés no chão e viverá uma vida menos estressante.

8. Faça um planejamento com o objetivo de viver de renda aos 30 anos

A maioria das pessoas costuma questionar se a liberdade financeira aos 30 anos é possível. Alguns dizem ser uma utopia e outros que você precisa fazer parte de um grupo seleto de privilegiados. A verdade é que muitos não sabem, de fato, o que precisam fazer para se aposentar com estabilidade.

Nossos pais e avós tinham em mente que, após uma vida de trabalho, poderiam contar com a sua aposentadoria. Entretanto, essa história mudou e agora existe uma demanda para fazer isso muito antes e ter um estilo de vida mais perto da família, da natureza, praticando hobbies e descobrindo lugares diferentes.

A boa notícia aos investidores engajados é que isso é possível fazendo um bom planejamento. Acumular uma pequena parcela do seu salário para investir em renda fixa ou variável, é uma opção. Essa atitude faz com que os juros compostos estejam ao seu lado.

Tenha em mente que conquistar a independência exige esforço, dedicação e planejamento. Se você ainda não começou a se planejar, agora é o momento para dar início a uma reserva financeira de emergência.

9. Inspire-se em pessoas que alcançaram a liberdade financeira

Com uma rápida pesquisa no Google, podemos nos deparar com casos de pessoas que conseguiram vislumbrar o sucesso financeiro. Como essas 7 mulheres que ficaram milionárias antes dos 30. Contudo, surgem mais perguntas do que respostas. Como isso é possível? Quanto tempo é preciso?

O canadense Pete e sua esposa são um desses exemplos afortunados. Hoje, o Mister Moustache, como é conhecido, vive uma vida tranquila dedicada à carpintaria, escrever em seu famoso blog Mr. Money Mustache, andar de bicicleta e caminhar ao ar livre — se refere a esses hábitos como uma fonte antienvelhecimento.

No entanto, houve todo um processo para isso acontecer. Pete e sua esposa decidiram, com 20 anos, começar a acumular dinheiro. Tudo isso com o intuito de se aposentar e conquistar a liberdade financeira. O casal trabalhou em um setor de Tecnologia da Informação antes de chegar à prosperidade.

Para conquistar esse objetivo, Pete aconselha a acumular mais e gastar menos. Ele cortou diversas despesas de sua vida, como televisão a cabo, restaurantes caros, optou por trocar seu carro por uma bicicleta, tornou a natureza o seu lazer e começou a dedicar tempo gasto em entretenimento com leitura e aprendizagem. Esse é apenas um desses casos de pessoas bem-sucedidas para se inspirar a conquistar sua liberdade financeira.

10. Compreenda o que é preciso fazer com a intenção de obter liberdade financeira

Desfrutar de uma renda mensal, ainda na juventude, sem que isso seja fornecido mediante um trabalho, parece um sonho distante. Certamente, isso não precisa estar apenas no imaginário, se você entender o que é preciso ser feito para conquistar sua independência financeira.

Alguns simples passos podem levar até o seu objetivo, o que pode ser feito criando hábitos financeiros. Essa premissa é baseada em três importantes atos, como reduzir gastos, acumular e investir. Agora, é possível fugir do óbvio e ir além, quando se quer viver de renda aos 30 anos.

Nesse caso, outras práticas a serem tomadas são estabelecer o valor da renda que se quer receber, sempre realizar cálculos para ver se os investimentos estão gerando rentabilidade e reavaliar todo o processo, de acordo com o passar do tempo. Não se esqueça de que é fundamental ter paciência e disciplina, pois são elas que vão manter você no caminho para não ocorrer um desvio do foco principal.

11. Conquiste a sua independência financeira, mesmo já tendo passado dos 30 anos

O tempo não vai esperar e você, muito menos, conseguirá recuperar o que passou. Apesar disso, não use esse detalhe como desculpa para não tomar uma medida que leva a outros patamares. Um pensamento representa muito bem isso e foi dito pelo gênio empreendedor que esteve à frente da Apple por muitos anos.

“É preciso dizer não para mil coisas para termos a certeza de que não estaremos no caminho errado ou não tentaremos fazer demais.” (Steve Jobs).

Existem inúmeras pessoas que passam dos 30 anos sem patrimônio ou poupança, mas apesar do esforço requerido é possível mudar essa realidade. Para tal, comece avaliando o que levou você a chegar onde está com intuito de reverter esse fator. Em seguida, é indispensável começar a procurar investimentos de boa rentabilidade a um baixo custo e manter-se longe de altas taxas de administração.

Procure plataformas como a GuiaInvest, que oferecem cursos sobre educação financeira, livros eletrônicos, blog com informações relevantes e ferramentas que vão ajudar a compreender se um determinado investimento é o mais adequado para o seu perfil. Essas condutas são excelentes para quem quer sair da zona de conforto e ter mais escolhas.

12. Ignore a idade certa e procure conquistar sua independência financeira

Todo mundo já ouviu, alguma vez na vida, alguém dizendo para começar o mais rápido possível, pois do contrário você vai falhar. De fato, investir desde os seus 20 anos vai trazer muitos benefícios, afinal os juros compostos estarão ao seu lado por mais tempo.

Mesmo com essa circunstância, não deixe isso se tornar um impedimento, pois nunca será tarde demais para executar algo que vá trazer vantagens para sua vida. Simplesmente, ignore o fator da idade: ele serve apenas para mostrar a carga de sabedoria adquirida ao longo da estrada.

O aprendizado de uma pessoa deve manter-se constante, não importando a idade. Com isso em mente, o caminho do conhecimento é o melhor aliado para poder realizar os objetivos de liberdade.

Coloque seus conhecimentos à prova

Ter renda suficiente para cobrir suas despesas sem ter que trabalhar em tempo integral libertará você para realmente desfrutar da sua vida. Você não precisa de milhões para conquistar a liberdade financeira. Qualquer um pode seguir estes passos e incorporar esses hábitos na rotina.

Retirar o objetivo do papel é sempre a fase mais difícil, mas é assim que saímos da parte teórica para começar a prática. Assim, você pode colocar todo o aprendizado adquirido com muito esforço e dedicação. Não perca mais tempo deixando para amanhã seus objetivos de conquistar sua independência financeira.

O artigo ajudou você a entender melhor sobre como conquistar a sua liberdade com bons hábitos? Então, aqui está um presente: baixe o passo a passo para você conquistar a liberdade financeira, e melhorar sua vida de uma vez por todas.

O pote que contém tempo!

Querido leitor,

Nas últimas semanas comecei a apresentar para você o conceito dos 3 potes.

Já falamos sobre o Pote da Reserva de Emergência, que é aquele que você guarda dinheiro para não ser surpreendido com gastos não planejados.

Ele é importante porque um gasto extra que não estava programado tem o poder de desestruturar as suas finanças mensais.

E quando você está preparado para estes momentos, os infortúnios pesam menos.

O segundo pote foi o Pote das Recompensas.

Este pote é importante para manter você engajado em continuar juntando dinheiro. Afinal de contas, a filosofia do GuiaInvest defende que você aproveite a sua vida no presente e no futuro.

Bom, e por falar em futuro…

Hoje é o dia de comentar sobre o último pote, o da Liberdade Financeira.

Este é o pote que irá proporcionar para você o sono tranquilo à noite, sabendo que o seu futuro financeiro está seguro.

Afinal de contas, conquistar a Liberdade Financeira significa fazer o dinheiro trabalhar para você e não mais você ter que trabalhar pelo dinheiro.

Diferente dos anteriores, neste pote você só irá colocar dinheiro e nunca tirar. Este é o pote da construção de patrimônio.

A cada mês o indicado é que você coloque no mínimo 10 por cento do seu salário aqui. E o ideal é que ao longo do tempo você aumente esta quantia.

Pense que quanto mais você engordar este pote, mais cedo você irá conseguir usufruir da Liberdade Financeira.

Você poderá engordar este pote de duas formas.

  • Poupando o máximo de dinheiro
  • Investindo o seu dinheiro em ações com alto potencial de crescimento

E tudo bem se você ainda não faz ideia de como investir em ações. Nós estamos aqui justamente para isso, ajudar você em todos os passos.

Você pode inclusive responder este e-mail compartilhando os motivos pelos quais você ainda não investe em ações.

Porque eu posso inclusive falar sobre eles em próximos e-mails para ajudar você a entrar o quanto antes na Bolsa.

Estamos juntos nessa estrada rumo a Liberdade Financeira.

Bom, por hoje era isso.

Ahhh, hoje começou a Semana da Regra N°1. Um evento onde o André revela a única coisa que todo investidor de bolsa deve fazer para ganhar dinheiro com ações.

Este conteúdo serve tanto para iniciantes quanto para investidores mais avançados. O primeiro vídeo já está liberado e você pode conferir aqui.

Bom, por hoje era isso.

Até a próxima.

Como Aplicar a Regra dos 80-20 na Sua Vida e Nos Investimentos

Responda rápido a estas três perguntas:

  • Quantos amigos você tem no Facebook?
  • Quantos sites você conhece?
  • Quantos professores você teve na vida?

Se você não souber o número exato, chute uma estimativa. Agora, responda a estas perguntas:

  • Com quantos dos seus amigos você se encontra na vida real pelo menos uma vez por mês?
  • Em quantos sites você navega todos os dias?
  • De quantos professores você lembra o nome e algo que te ensinaram?

Em quase todos os fenômenos possíveis — distribuição de renda, de clientes, de namoradas, de tempo, etc. — observamos uma desproporção entre causas e efeitos.

Este princípio viola o senso comum, mas uma vez que pensamos nele, começamos a vê-lo em todo lugar. Ele é também conhecido como Regra 80-20 e estudá-lo pode te ajudar não apenas a ganhar mais dinheiro, mas a ser imensamente mais feliz.

Ficou com vontade de saber mais? Então continue lendo esse artigo…

Quem foi esse tal de Pareto?

Vilfredo Federico Damaso Pareto foi um engenheiro italiano nascido na França e um dos homens que ajudou a desenvolver a microeconomia. Pareto observou em 1906 que 20% dos italianos eram donos de 80% das terras. Pois bem: um relatório da ONU de 1989 mostrou que os 20% mais ricos tinham 80% da renda.

Embora os números precisos variem (ex. 90-10, 70-30), em quase tudo que envolve comportamento humano podemos observar algo muito próximo do seguinte: “20% das causas são responsáveis por 80% das consequências”.

O Que é a Regra 80-20

Observe que…

  • Em 80% do tempo você está vestindo 20% das suas roupas;
  • Em 20% do seu tempo no escritório você faz 80% do trabalho;
  • 20% dos clientes da empresa compram 80% dos produtos;
  • 20% dos seus professores te ensinaram 80% do que você aprendeu;
  • Você passa 80% das suas saídas com seus 20% melhores amigos.

E assim por diante. Aí você me diz: “mas o que isso tem a ver com investimentos?”. Veja este artigo da Harvard Business Review lembrando um fato importante: 90% da riqueza do poderoso Warren Buffett vieram de apenas dez investimentos.

Em outras palavras: o mais importante não é fazer mais, não é ser mais produtivo. O importante é eliminar; é se concentrar no que traz mais resultados; é afiar nossas poucas melhores facas em vez de consertar todos os talheres velhos.

O 80-20 Aplicado Na Sua Vida

shutterstock_182480630xx

Vamos falar de como aplicar o 80-20 na sua vida e depois sobre investimentos. Para aplicar a regra 80-20 na sua vida, faça perguntas como estas:

  • De todos os meus problemas, quais são os 20% que me causam 80% do estresse?
  • Quais são os 20% de tarefas chatas que consomem 80% do meu tempo?
  • Quais são os 20% dos meus relacionamentos que me causam 80% de frustração?

Em seguida, procure fazer o máximo possível para eliminar esses problemas. Suponhamos que você cozinhe poucas vezes por mês em casa, mas toda vez faz uma grande bagunça. Elimine a prática e peça comida pelo delivery.

Você tem alguns poucos “amigos” malas que consomem sua energia, mas nunca estão disponíveis para te ajudar? Pare de ligar para eles.

Sobrou alguma tarefa realmente imprescindível? Veja como você pode fazer para delegá-la para outra pessoa.

Em seguida, concentre-se no positivo, por exemplo:

  • No que eu passo 20% do meu dia, mas me dá 80% do prazer?
  • O que eu faço no trabalho 20% do tempo, mas gera 80% dos resultados?

E busque formas de investir ainda mais tempo e atenção no que rende mais.

Está gostando deste artigo?

[epico_capture_sc id=”204″]

Como Utilizar a Regra 80-20 nos Investimentos

shutterstock_49165486

O que vale para Warren Buffett também vale para você. De forma geral, cerca de 20% da sua carteira vai render 80% dos resultados, ou até mais. Muitos gostam de dizer para “não pôr todos os ovos na mesma cesta”, e eles estão certos.

Mas para que comprar uma dúzia de ovos de galinha se um ovo de avestruz alimenta muito mais? Se for difícil aplicar a regra 80-20 para seus investimentos, é fácil aplicá-la ao seu modo de trabalhar com eles. Quais 20% de informações afetam 80% do desempenho?

Em que lugares eu coloquei 20% do meu dinheiro, mas ganhei 80% dos lucros? E assim por diante. E você, qual a sua forma de aplicar a regra 80-20 na sua vida?

Compartilhe sua história deixando um comentário aqui abaixo!

Quero muito saber como você usa esse princípio na sua vida.

Um abraço!

(crédito das imagens: shutterstock.com)

Aprenda como ganhar de R$1mil a R$5mil por mês com dividendos, mesmo que tenha somente R$100 para começar.