Como Calcular a Rentabilidade dos Investimentos

Equipe Guiainvest

Equipe Guiainvest

Aprender como calcular a rentabilidade é fundamental para saber se aquele determinado investimento foi bom ou não. Dessa forma você tem todo o controle para aproveitar as melhores oportunidades, seja de continuar aplicando ou mudar de estratégia.

A responsabilidade de conhecer valores, rendimentos e gastos dos investimentos é do investidor. Porém, é comum que surjam muitas dúvidas na hora de entender esse cálculo.

Antes de aprender como calcular a rentabilidade de um investimento é preciso entender que isso envolve o tempo de investimento, os riscos, os impostos, além de outros fatores.

Por exemplo, se você tem dois investimentos, com características iguais, qual seria o melhor, o de 10% ou de 15% de rentabilidade?

Nessas condições não há dúvidas que seria o de 15%.

Porém, se as condições se alterarem e o de 10% tiver duração de 7 meses e o de 15% tiver duração de 13 meses? Agora o resultado já não é tão óbvio.

Somente ao calcular a rentabilidade que você terá um número que pode confiar, que vai muito além do saldo na sua conta ou do que parece ser mais rentável.

Rentabilidade Real

A rentabilidade real é o seu ganho real, ou seja, aquele que faz seu patrimônio crescer. Normalmente os bancos e corretoras informam somente o valor bruto (rentabilidade nominal). Assim, cabe ao investidor calcular a rentabilidade real.

Para determinar a rentabilidade real devemos descontar a inflação, uma vez que esta influência no seu poder de compra e também taxas e impostos para descobrir a rentabilidade líquida.

O conceito de rentabilidade real é justamente este: a remuneração líquida obtida acima da inflação do período.

Mas então, como calcular a rentabilidade real?

Se, por exemplo, uma aplicação tenha rendido 10% em um ano e nesse período a inflação foi de 6%, a rentabilidade real não é somente subtrair.

A fórmula certa para calcular a rentabilidade real é:

 

Rentabilidade real = (1 + rentabilidade nominal)  – 1

                                                        (1 + inflação)

 

Assim o exemplo ficaria:

Rentabilidade real = (1 + 10%) = (1 + 0,10) – 1 = 3,77%

(1 + 6%)      (1 + 0,06)

Rentabilidade Anual e Mensal

Existem diferentes maneiras de calcular a rentabilidade dos investimentos, porém, como na prática todos os investimentos, seja em renda fixa ou variável, oferecem rendimentos compostos, e não simples, o melhor cálculo é o dos juros compostos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Entenda como usar os juros compostos a seu favor.

Todos os investimentos de renda fixa disponíveis utilizam os juros compostos, como é o caso do CDB (Certificado de Depósito Bancário), LCI (Letra de Crédito Imobiliário), LCA (Letra de Crédito do Agronegócio), Tesouro Direto, poupança, entre outros.

Investimentos de renda variável, como a bolsa de valores, embora de maneira indireta, também oferece retornos compostos.

Todos esses investimentos são melhores aproveitados quando se investe no longo prazo. Desse modo, quanto mais tempo você deixar o dinheiro investido, maior será o rendimento e mais rápido seu patrimônio crescerá.

Como calcular a rentabilidade dos juros compostos

Para entender como calcular a rentabilidade, primeiro precisamos ter em mente os fatores que interferem no cálculo dos juros compostos.

São eles: o valor investido, a rentabilidade do investimento e o tempo de investimento.

Onde o valor investido é determinado pela quantidade inicial que se investe. A rentabilidade do investimento é o percentual de retorno que um investimento e o tempo em que você deixa seu valor investido.

Os juros compostos podem ser calculados por meio da seguinte fórmula:

M = C x (1 + i)t

Sendo:

M: Montante ou valor total final;

C: Capital inicial (valor investido)

i: Taxa de Juros(rentabilidade do investimento);

t: Tempo de aplicação

Os Juros Compostos Podem Multiplicar Seu Dinheiro.

Ao ter em mente esse o poder dos juros compostos e sabendo como calcular a rentabilidade, você aumenta a capacidade de crescimento do seu dinheiro.

Então aproveite o bom momento da bolsa de valores brasileira e descubra os 7 sinais que apontam a melhor oportunidade dos últimos 10 anos para VOCÊ FICAR RICO investindo em ações no Brasil!

Verifique os horários da nossa Masterclass!

Outras Publicações

Leia Mais

Ebook - Bolsa de Valores para Leigos

Bolsa de Valores Para Leigos

André Fogaça

Nesse e-book você vai dar os seus primeiros passos no mundo dos investimentos e ficar por dentro de alguns detalhes importantes do mercado de ações. Você se sentirá seguro de conversar sobre investimento com qualquer pessoa depois de ler esse livro. Arrisco dizer ainda que você vai ficar louco para começar a investir. Uma boa leitura!

Sem tempo para ler? Assista nossas Palestras Online

Abrir conversa
1
Precisa de Ajuda?
Olá,
Podemos te ajudar?
Powered by