Como montar uma carteira de Fundos Imobiliários

Marcelo Fayh

Marcelo Fayh

Sócio do GuiaInvest, especialista na geração de renda através de bons investimentos.

Mesmo que você não saiba como.

Caro leitor,

Muito se fala sobre encontrar os melhores FIIs do mercado, mas pouco se fala sobre como montar uma carteira diversificada com eles.

Montar uma carteira de FIIs não é só empilhar fundo. Precisa fazer sentido, senão vira uma seleção aleatória.

Se você der ênfase apenas no recebimento de dividendos, provavelmente vai terminar com um monte de fundos de papel na carteira.

Quantidade, por si só não é diversificação.

Tipo pizza cinco queijos: tem cinco, mas é tudo queijo.

Faça melhor do que isso.

Comece colocando na carteira fundos de diferentes tipos. Lembra quais são?

Fundos de Tijolo, de Papel, de Desenvolvimento e Fundos de Fundos.

Sempre gosto de tirar da frente antes o que não quero pois daí sobra menos coisa para analisar.

Tire os de desenvolvimento da frente. Eles não entram. São muito poucos disponíveis na bolsa e são de risco muito elevado. Quando o mercado estiver mais maduro e existirem mais fundos deste tipo, a gente volta a considerá-los. Por ora, fora.

O fundos de fundos podem ser muito úteis, pois normalmente dão acesso a fundos restritos a investidores qualificados e são super diversificados. Tenha um pouco deles.

Fundos de papel, também têm sua utilidade. Atualmente são os fundos com maiores distribuições mensais e também são bastante diversificados.

Por fim, os fundos de tijolo. Aqui o universo é amplo, e vai ser a maior parcela da sua carteira de FIIs.

Fundos de tijolos podem investir em imóveis de diferentes segmentos como lajes corporativas, galpões logísticos e industriais, hotéis, shopping centers, imóveis para empresas educacionais, agências bancárias, lojas de varejo…

Na hora de escolher os fundos se certifique que está colocando vários tipos de imóveis diferentes para dentro. Não adianta se entupir de lajes corporativas e achar que está super diversificado.

Outro ponto importante é a diversificação geográfica. Compre ativos imobiliários em diferentes lugares, cidades e bairros.

Para não estender demais, só mais um ponto: tenha fundos de diferentes gestores. São eles que escolhem quais imóveis comprar, negociam com os inquilinos e cuidam de tudo. Sempre bom não deixar seu patrimônio na mão de uma gestora só.

Estes são os principais pontos a se considerar para montar uma carteira de fundos imobiliários bem diversificada.

Não abra mão de qualidade e preço na hora de comprar um fundo. Nem que para isso você precisa sacrificar momentaneamente a diversificação.

E mais uma novidade super legal: estou com meu canal funcionando em plenos vapores.

O Canal Aluguel Inteligente abordará minha principal especialidade: Fundos Imobiliários e como você pode gerar renda extra com imóveis.

Ou seja: tudo que você está lendo aqui, amplificado e com muito mais para você aproveitar.

Logo de cara você já recebe as melhores oportunidades em FIIs do Mercado em tempo real.

Quero conhecer o Canal Aluguel Inteligente

Resumo da ópera:

Comece fazendo uma seleção de tudo que é bom. Depois disso, diversifique da melhor forma possível e vá comprando aos poucos somente se o preço estiver razoável.

Você já tem fundos imobiliários? Como está diversificado?

Me siga no Instagram (@marcelofayh). Mande uma pergunta por lá.

Toda semana abro espaço para responder dúvidas sobre o mercado.

Abraço!

Outras Publicações

Leia Mais

Ebook - Bolsa de Valores para Leigos

Bolsa de Valores Para Leigos

André Fogaça

Nesse e-book você vai dar os seus primeiros passos no mundo dos investimentos e ficar por dentro de alguns detalhes importantes do mercado de ações. Você se sentirá seguro de conversar sobre investimento com qualquer pessoa depois de ler esse livro. Arrisco dizer ainda que você vai ficar louco para começar a investir. Uma boa leitura!

Sem tempo para ler? Assista nossas Palestras Online

Abrir conversa
1
Precisa de Ajuda?
Olá,
Podemos te ajudar?
Powered by