Fórmula mágica para selecionar ações

Eduardo Voglino

Eduardo Voglino

Sócio do GuiaInvest, especialista em ações e seguidor da filosofia de Value Investing.

Olá, amigo investidor,

Existe mágica para se investir em ações?

Diversos investidores buscam de forma incansável uma fórmula mágica para investir em ações, mas poucos sequer conseguem criar um método com um mínimo de eficiência.

“Escolher ações sem ter ideia do que você está procurando é como correr por uma fábrica de dinamites com um fósforo queimando entre os dedos. Você pode sobreviver, mas ainda assim é um idiota.”

Essa divertida afirmação, que renderia uma bela cena em um filme de faroeste, é de Joel Greenblatt, um dos grandes nomes da atualidade do Value Investing e criador da “fórmula mágica” de investimento em ações.

Greenblatt é gestor do Gotham Funds, tradicional fundo de investimentos sediado em Nova Iorque. Também é professor da Columbia Business School e autor do livro The Little Book That Beats the Market, “O pequeno livro que bateu o mercado”, em tradução livre.

Sua filosofia para investir em ações é baseada no princípio de que os preços das ações reagem a fatores emocionais no curto prazo, mas no longo prazo refletem seu valor real.

Nessa linha, se se você for capaz de identificar empresas mal precificadas, o mercado irá, cedo ou tarde, concordar com você.

No site da Gotham havia um manifesto que dizia: “nenhuma estratégia de investimento, não importa quão boa ou lógica seja, funciona o tempo todo. O importante para nós é nos mantermos firmes em nossa estratégia, mesmo quando ela não está funcionando no curto prazo”.

Isso reforça a visão de longo prazo da gestora.

O principal legado de Greenblatt aos investidores foi a criação da “fórmula mágica”, estratégia de compra e venda de ações que sintetiza sua filosofia e que foi desenvolvida a partir dos ensinamentos de Benjamin Graham, o pai do Value Investing.

Mais recentemente, Greenblatt lançou o livro The Little Book That Still Beats The Market, fazendo uma alusão a eficácia da “fórmula mágica” mesmo após anos.

Greenblatt escreveu a obra com o objetivo de apresentar uma metodologia para investir em ações que fosse tão simples de entender que até seu filho de seis anos pudesse compreender.

“Nós podemos perder muito tempo nos preocupando com a psicologia, mas isso sempre ocorreu e vai continuar acontecendo. Podemos sentar e conversar para tentar descobrir tudo, mas prefiro manter as coisas simples. Eu só quero tirar proveito disso. As oportunidades estão aí. No curto prazo o mercado é ineficiente, mas tenha em mente que quando você faz sua análise não precisa se preocupar com o próximo trimestre. Se fizer uma boa avaliação, o senhor Mercado irá pagá-lo, cedo ou tarde.”

Entre 1985 e 2006, o retorno anualizado do seu fundo foi de 40%, superando até mesmo Warren Buffett em termos de rentabilidade.

Mas afinal, como funciona a fórmula mágica?

O ponto de partida da fórmula mágica é a loucura que o senhor Mercado entrega no curto prazo.

É em razão da insanidade coletiva dos investidores que as boas oportunidades surgem diante dos olhos dos value investors que vivem para garimpar pechinchas no mercado de capitais.

Vamos a fórmula…

Objetivamente a fórmula busca identificar empresas de alto valor que estão sendo vendidas a preços baixos.

Utilizando a fórmula, cria-se um ranking das empresas com maior capacidade de geração de valor e baixo preço.

Essencialmente a fórmula utiliza dois indicadores:

1) o Retorno sobre os Ativos (ROIC), que é a razão entre o Resultado Operacional da empresa (EBIT) e os ativos líquidos da empresa (Capital de Giro Líquido + Ativo Fixo Líquido). Essa fórmula é muito semelhante aos Retorno sobre Patrimônio Líquido, o ROE.

2) e o Earning Yields, que é uma relação entre o Resultado Operacional da empresa e o seu preço de mercado. Essa fórmula é muito similar a relação Lucro sobre Preço (o inverso do tradicional P/L).

Greenblatt ranqueia as empresas do maior para o menor ROIC (nós utilizaremos ROE para fins de simplificação), atribuindo o número 1 para empresa a empresa com melhor ROIC e assim diante e ranqueia as empresas do maior para o menor Earning Yields

Feito isso, você soma as posições da empresa nos dois rankings e ordena da menor para maior soma. Quanto menor a soma. Esse ranking vai ordenar para você em qual posição a empresa se encontra de acordo com a fórmula mágica.

Para você entender melhor, apliquei a fórmula mágica para empresas do setor bancário.

Veja que três ações empataram em primeiro lugar.

Talvez você esteja se perguntando: se é tão simples assim, por que as pessoas não usam e ficam milionárias?

A explicação de Greenblatt é sempre a mesma: o aspecto emocional.

Ao aplicar o Value Investing, você precisa de horizonte de tempo. Ao longo desse percurso, podem ocorrer quedas muitos grandes nos preços muito grandes no preço das ações.

Com essas quedas, os fantasmas do nosso lado emocional tendem a aparecer.

E é aí que muitos se atrapalham.

É importante ressaltar que não recomendo que você passe a aplicar a fórmula com a simples leitura desse e-mail.

Minha intenção aqui foi apresentar mais uma estratégia onde preço é considerado como variável importante.

Lembre-se que indicador apenas “indica”, a tomada de decisão sempre deverá advir da análise de diversas variáveis pertinentes a empresa.

Forte abraço!

Eduardo Voglino atua no mercado financeiro desde 2007 e já assessorou diretamente centenas de pessoas quando teve seu próprio escritório vinculado à XP. É um entusiasta de buscar valor e assimetrias no mercado de ações. Escreve para o TheCap na coluna Fórmula Buffett.

Outras Publicações

Leia Mais

Bolsa de Valores Para Leigos

André Fogaça

Nesse e-book você vai dar os seus primeiros passos no mundo dos investimentos e ficar por dentro de alguns detalhes importantes do mercado de ações. Você se sentirá seguro de conversar sobre investimento com qualquer pessoa depois de ler esse livro. Arrisco dizer ainda que você vai ficar louco para começar a investir. Uma boa leitura!

Sem tempo para ler? Assista nossas Palestras Online

Abrir conversa
1
Precisa de Ajuda?
Olá,
Podemos te ajudar?
Powered by