LCAM3, UNIP6, MAPT4: muito risco, muito retorno

LCAM3, UNIP6, MAPT4: muito risco, muito retorno
Eduardo Voglino

Eduardo Voglino

Sócio do GuiaInvest, especialista em ações e seguidor da filosofia de Value Investing.
Muito risco muito retorno

Olá, investidor!

Vou contar um segredo para vocês.

Existe outro mestre dos investimentos, além de Warren Buffett, que recebe minha admiração.

Trata-se de um mestre em filosofia, além de um dos maiores analistas de risco da atualidade: Nassim Nicholas Taleb.

Por que ele merece minha admiração?

Primeiro porque desconheço qualquer livro de sua autoria que seja no mínimo “muito bom”, aliás, recomendo a leitura de todos…

Sugiro que o primeiro deles seja o “Black Swan” (A lógica do cisne negro), onde ele compara o improvável e raro nascimento de um cisne negro, com acontecimentos inesperados e imprevisíveis que geram grandes impactos econômicos.

Depois leia o “Antifrágil”, nele ele explica sobre coisas que se beneficiam com o caos. Assim sendo, o Antifrágil pode se beneficiar com o situações de grande impacto.

O outro motivo é que ele é o criador de uma estratégia que considero muito racional, inclusive utilizo algumas premissas para a carteira de ações do canal Joias da Bolsa.

A estratégia é conhecida como Barbell Strategy?

Basicamente o racional por trás dessa estratégia, é que a carteira deve possuir muito valor em ativos de pouco risco e pouco valor em ativos de muito risco.

Dessa forma, em caso da ocorrência de um cisne negro, sua carteira estará protegida pela concentração em ativos de baixo risco, porém a pequena porção de muito risco, poderá em “tese” sofrer grande valorização.

Uma proporção sugerida é 90 por cento em ativos muito seguros e 10 por cento em ativos de muito risco.

No mercado Americano, a aplicabilidade desta estratégia é simples, pois existem ativos muito mais sofisticados que aqui no Brasil.

Independente disso, para a estratégia fazer sentido, os 10 por cento da carteira devem ser formados por ativos que possuam perfil convexo de retorno.

Grafico de ganho vs perda estrategia de Barbell

Basicamente são ativos assimétricos, onde você tem perdas limitadas e ganhos ilimitados.

Em sua essência, a estratégia sugere um portfólio mais ou menos assim:

  1. 90 por cento títulos do governo, dinheiro em caixa ou ouro.
  2. 10 por cento em ações e derivativos.

Como o mercado de derivativos brasileiro ainda engatinha frente a mercados mais desenvolvidos, devemos focar em acelerar o risco via posições em ações.

Abrasileirando a estratégia, poderíamos adaptar da seguinte forma:

Estrategia de Barbell adaptada a bolsa brasileira

Simples assim!

Os 90 por cento da carteira, não tem mistério, são investidos no Tesouro Selic, ativo mais seguro negociado no mercado brasileiro.

Já os 10 por cento que exigem risco, podemos incluir Small Caps e Micro Caps, buscando o benefício da assimetria.

A essa altura, você deve estar com dúvidas se somente os 10 por cento, seriam suficientes para gerar resultados satisfatórios.

Bom, você precisa entender que precisará comprar ações que apresentem grande potencial e consequentemente risco.

Nestes 10 por cento, não fará sentido incluir ITSA4, LREN3 ou as principais empresas do setor de energia elétrica.

São ótimas empresas, mas elas não irão se multiplicar por 10x em poucos anos.

São empresas que apresentam, de certo modo, pouco risco, logo, não geram a assimetria necessária.

Veja o que ativos podem fazer em espaços curtos de tempo:

Acoes com assimetria de risco

Algumas dessas ações superaram 1.000 por cento em 5 anos, uma em especial superou 6.000 por cento.

Não estou avaliando nenhuma característica ou qualidade dos fundamentos, estou apenas querendo provar o quão forte é a assimetria de algumas ações.

Mesmo que sejam somente 10 por cento da carteira composta por ações, se algumas performarem de forma semelhante aos exemplos acima, irão gerar um grande impacto no resultado da carteira com uma pequena exposição ao risco.

Na simplicidade da estratégia, ela oferece perdas limitadas em troca de ganhos ilimitados.

Caso queira, deixei disponível para download uma lista de 9 small caps inéditas que se enquadram nesse perfil de ativo.

lista-9-small-caps-ineditas.pdf

Valeu Taleb!

Forte abraço!

Eduardo Voglino é analista de ações credenciado na APIMEC (CNPI 2202), atua no mercado financeiro desde 2006 e já assessorou diretamente milhares de pessoas quando teve seu próprio escritório vinculado à XP. É um entusiasta em buscar valor e assimetrias no mercado de ações. Escreve para o TheCap na coluna Fórmula Buffett.

Compartilhe essa publicação:

Introdução a
Bolsa de Valores

Partindo do zero até a compra da sua primeira ação

Assista à primeira aula gratuita

Outras Publicações