Minha avó de 83 anos comprou essas 3 ações

As 3 ações que Vó Ivone investiu aos 83 anos de idade. Confira aqui.
Eduardo Voglino

Eduardo Voglino

Sócio do GuiaInvest, especialista em ações e seguidor da filosofia de Value Investing.
3 acoes

Olá, investidor!

Se existe uma pessoa que nós deveríamos tratar com todo cuidado e carinho é a nossa avó.

Jamais colocaria minha avó em qualquer circunstância de risco, seja no âmbito de saúde ou financeiro.

Nesse último sábado resolvi fazer uma visita surpresa para ela e tomar o seu famoso café da tarde, com uma quantidade de comida equivalente a de 3 almoços.

A conversa estava muito interessante, lembramos muito do passado, inclusive que meu falecido avô me chamava de “cérebro eletrônico”, pois eu “configurava” seu vídeo cassete.

Tenho certeza que muitos de vocês não vivenciaram a época de ouro das enormes fitas VHS.

Em determinado momento da conversa, ela soltou uma pergunta que fez o café pesar ao descer pela garganta:

“Meu filho, a avó está com um dinheiro parado na conta. Tu não quer me dizer umas ações para eu aplicar?”.

Fiquei muito surpreso com o interesse dela em querer se tornar uma investidora de ações, mas logo pensei: “Será que ela sabe que o investimento é para o longo prazo?” 

Após explicar que o foco deve ser de longo prazo, ela me olhou e respondeu:

“Tu acha que tua avó tem pouco tempo de vida é?! Tudo bem, quero investir para deixar para os filhos.”

Aquela risadinha nervosa surgiu no meu rosto, mas logo após dei os parabéns para a sua atitude.

Mas quais ações indicar para a uma senhora de 80 anos?

Bom, primeiramente sou analista de ações e confio muito em minha capacidade de analisar uma empresa e verificar se faz sentido para o perfil do investidor (mesmo que esse perfil seja de uma senhorinha de 80 anos).

Após uma breve reflexão, resolvi indicar as 3 melhores empresas dos 3 setores mais promissores da bolsa.

Só coloquei as “estrelas” da bolsa.

E aqui estão as 3 ações que uma senhora de 83 adquiriu através do homebroker. Claro, eu que fiz tudo para ela… vamos dar esse desconto.

Banco: Itaúsa (ITSA4)

Pergunte a um analista qual é a melhor ação da bolsa. A resposta mais provável é ITSA4.

Mesmo estando na moda, segue sendo boa demais. A questão é que 96% da holding é composta por Banco Itaú.

E os números do banco impressionam:

  • US$ 82,4 bilhões em valor de Mercado
  • 96.764 colaboradores no Brasil e no exterior
  • 4.704 agências e PABs no Brasil e exterior
  • 47.518 caixas eletrônicos no Brasil e exterior
  • Cerca de 55 milhões de clientes no Varejo em julho 2019

A empresa possui uma consistência invejável em seu resultados. Mesmo assim ela não fica na sua zona de conforto. Não à toa comprou 49% da Xp Investimentos em seu último grande negócio.

Considero como uma das empresas menos arriscadas da bolsa.

Você e a sua avó merecem uma ITSA4.

Indústria: Weg (WEGE3)

Fundada em 1961, a Weg é uma empresa global de equipamentos eletroeletrônicos, atuando principalmente no setor de bens de capital com soluções em máquinas elétricas, automação e tintas, para diversos setores, incluindo infraestrutura, siderurgia, papel e celulose, petróleo e gás, mineração, entre muitos outros.

A empresa se destaca em inovação pelo desenvolvimento constante de soluções para atender as grandes tendências voltadas a eficiência energética, energias renováveis e mobilidade elétrica.

Possui operações industriais em 12 países, somando mais de 30 mil colaboradores distribuídos pelo mundo, além de possuir presença comercial em mais de 135 países.

Em 2018 a Weg atingiu faturamento líquido de R$ 11,9 bilhões, destes 58% proveniente das vendas realizados fora do Brasil.

O sinônimo mais próximo para Weg é “crescimento constante”.

A empresa simplesmente não para de expandir sua operação e melhorar seus resultados.

Veja a evolução de seus lucros nos últimos 10 anos:

Além disso, a empresa se mantém altamente rentável, apresentando um ROE de +17 por cento.

O lucro da empresa cresceu mesmo em momentos de recessão, respaldando a minha segurança de incluir a empresa na carteira da minha avó.

Comércio: Lojas Renner (LREN3)

A Lojas Renner S.A. é a maior varejista de moda do Brasil.

A companhia, constituída em 1965, foi a primeira corporação brasileira com 100 por cento das ações negociadas em bolsa e está listada no Novo Mercado, grau mais elevado dentre os níveis diferenciados de governança corporativa da B3.

Está presente em todas as regiões do país por meio de suas lojas da Renner, Camicado e da Youcom.

Em 2017, a Lojas Renner S.A. deu mais um passo importante ao inaugurar sua primeira operação Renner fora do país, no Uruguai. Desta forma, conta com mais de 500 lojas em operação, considerando os três formatos.

Vamos aos grandes números do negócio:

  • R$ 11,4 bilhões de receita bruta em 2018
  • 570 lojas
  • 21,4 mil colaboradores
  • +5.000 por cento de valorização das ações desde 2005
  • +600 mil clientes circulam diariamente nas lojas
  • 31,5 milhões de cartões emitidos
  • + de 210 milhões de visitas no e-commerce
  • R$ 37 bilhões em valor de mercado

Praticamente um Itaú do comércio varejista.

A empresa possui uma operação altamente rentável medida através do seu ROE (maior do segmento), baixa endividamento para uma empresa do varejo e elevada margem operacional, além é claro ter a maior pontuação do GI Score.

Uma empresa com ótima gestão e grande eficiência nos negócios, se torna indispensável para uma carteira saudável de uma avó saudável.

Que orgulho da minha avózinha! Se tornou sócia de grandes empresas com 83 anos de idade.

Nunca é tarde, fica a lição da velhinha! Grande beijo, vó Ivone.

Aqui eu deixo 7 dias de acesso liberado a minha carteira de 10 “estrelas” que qualquer avó dormiria tranquila.

Forte abraço!

Eduardo Voglino é analista de ações credenciado na APIMEC (CNPI 2202), atua no mercado financeiro desde 2006 e já assessorou diretamente milhares de pessoas quando teve seu próprio escritório vinculado à XP. É um entusiasta em buscar valor e assimetrias no mercado de ações. Escreve para o TheCap na coluna Fórmula Buffett.

Compartilhe essa publicação:

Introdução a
Bolsa de Valores

Partindo do zero até a compra da sua primeira ação

Assista à primeira aula gratuita

Outras Publicações