O impacto de Lula nos seus investimentos

O que pode mudar nos investimentos agora que o ex-presidente está de volta às ruas?
Marcelo Fayh

Marcelo Fayh

Sócio do GuiaInvest, especialista na geração de renda através de bons investimentos.

Caro leitor,

O Brasil voltou a ser Brasil de novo:

  • STF revogou a prisão em segunda instância e Lula foi libertado.
  • Bolsa despencou, dólar disparou.

Você acha que os fatos ocorridos no final da semana passada estão correlacionados? 

Tenho minha posição política. Sim. 

Mas vou tentar me ater ao ponto de vista financeiro dos fatos.

A insegurança jurídica deu as caras novamente. 

A politização de uma decisão que deveria ser técnica é um péssimo sinal. O STF mudou seu entendimento novamente, em um curto espaço de tempo, sobre um ponto importante no combate à corrupção. 

Digam os ministros o que quiserem, todos nós sabemos o por que(m) isso ocorreu. Se fosse eu o preso, essa votação do STF nunca entraria na pauta.

Esse é o primeiro ponto que desagrada muito qualquer investidor, seja estrangeiro ou local.

Saber que a influência tem mais peso do que a razão, afugenta qualquer um. 

Os mais vultosos investimentos são de longo prazo e o risco de mudança de regras (e de interpretação delas) são o seu pior inimigo.

O leilão da cessão onerosa foi um grande exemplo disso. O Brasil optou por um modelo com menor previsibilidade para os investidores, onde uma eventual surpresa positiva para o vencedor do certame teria que ser dividida com o governo. 


Resultado: ninguém na sala. 

A Petrobrás ficou praticamente sozinha nos leilões e arrematou três áreas de exploração. A arrecadação do governo foi muito aquém do esperado em função disso.

Além disso, com Lula solto, e sua capacidade de propagar narrativas, as condições de aprovação da agenda de reformas deve ficar mais tumultuada.

A muito o investidor estrangeiro não dá o benefício da dúvida ao Brasil. Agora, para atrair investimentos tem que entregar, não adianta mais prometer. 

Ao invés de estar discutindo e movimentando as reformas tão necessárias, tanto a Câmara quanto o Senado já começam a se mexer para aprovar uma PEC que instaure a prisão após condenação em segunda instância.

Com o foco das duas casas dividido, tudo vai demorar um pouco mais, para não dizer muito mais. Nenhum dos assuntos em pauta é de fácil aprovação. 

Outro ponto mais distante, mas também importante, é a força com que a esquerda chegaria nas Eleições de 2022.

Sem Lula e com o governo atual entregando bons resultados na área econômica, a esquerda já chegaria morta. 

Agora se Lula conseguir atrapalhar as reformas e articular bem a esquerda, tudo já fica mais indefinido.

Basicamente dá para se dizer que foram estes os pontos que pesaram sobre as primeiras impressões do mercado com relação a soltura do petista condenado.

O que isso tem a ver com seus investimentos?

Bem-vindo ao Brasil.

Lembro de uma palestra que assisti do Beto Sicupira em que perguntaram o que eles (grupo 3G) fariam caso o Brasil voltasse a enfrentar inflação e outros antigos problemas. 

Ele respondeu: “Vamos fazer o que sempre fizemos. O Brasil estável como está sendo desde meados dos anos 90 é que é a novidade. Vocês estão mal acostumados!

A verdade é que independente do que acontece em Brasília, com os atuais e ex-governantes, as empresas encontram seus caminhos para crescerem e lucrarem cada vez mais.

Como investidor é isso que importa. Os preços das ações sempre acompanharão seus lucros.

Tudo que aconteceu na sexta-feira é ruído quando olhado em perspectiva de longo prazo.

Já passamos por coisas bem piores nos últimos anos e cá estamos, com os lucros das empresas batendo recordes e a bolsa na máxima histórica.

Foque no que importa: como está o lucro das suas ações?

Se Lula derrubar o preço das ações novamente, aproveite o desconto e compre mais. No futuro receberá mais dividendos.

Faça deste limão uma limonada.

Abraço,

Marcelo.

Outras Publicações

Leia Mais

Ebook - Bolsa de Valores para Leigos

Bolsa de Valores Para Leigos

André Fogaça

Nesse e-book você vai dar os seus primeiros passos no mundo dos investimentos e ficar por dentro de alguns detalhes importantes do mercado de ações. Você se sentirá seguro de conversar sobre investimento com qualquer pessoa depois de ler esse livro. Arrisco dizer ainda que você vai ficar louco para começar a investir. Uma boa leitura!

Sem tempo para ler? Assista nossas Palestras Online

Abrir conversa
1
Precisa de Ajuda?
Olá,
Podemos te ajudar?
Powered by