PETR4 ressurge das cinzas: vem dividendo aí…

PETR4 ressurge das cinzas: vem dividendo aí… Será que a gigante acordou?
Marcelo Fayh

Marcelo Fayh

Sócio do GuiaInvest, especialista na geração de renda através de bons investimentos.
Pagamento de dividendos Petrobras (petr4)

Caro leitor,

Petrobras (PETR4)​ voltou com tudo ao radar dos investidores.

Claro que foi enquanto ela era alvo de desconfiança que ela saiu dos 5 reais para os 30.

Mas para quem esperava a empresa se provar antes de entrar, aparentemente chegou a hora.

Os últimos resultados da companhia despertaram o interesse até de investidores mais conservadores.

Planos de desinvestimentos em atividades que não são focadas na exploração e produção de petróleo e também venda de ativos.

Só em 2019, a Petrobras obteve uma receita de 15 bilhões de reais vendendo ativos, dos quais se destacaram a refinaria polêmica de Pasadena, parte das ações da BR Distribuidora (BRDT3) e a Transportadora Associada de Gás (TAG).

​Tudo permitiu uma forma desalavancagem, com a Dívida Líquida/EBITDA vindo de 4,8x em 2016 para atuais 2,3x.

Os números da alavancagem ainda precisam melhorar. Mas está claro que a empresa está fazendo seu dever de casa.

​Os lucros voltaram a aparecer e, pelo terceiro ano consecutivo, a empresa distribuirá dividendos aos seus acionistas:

Lucro liquido Petrobras (petr4)

Na bolsa existe uma única verdade: no longo prazo, os preços seguem os lucros da empresa e PETR4 é a prova disso.

​Observe o preço na linha azul e os lucros na linha laranja.

Preco vs. Lucro Petrobras (petr4)

O lucro de 40 bilhões de reais em 2019 injetam esperanças no investidor.

Ademais, empresa que tem lucro remunera os seus acionistas.

Serão distribuídos 0,23 reais por ação ordinária (PETR3), com a data-com em 22 de abril.

Quem dormir com as ações nesse dia receberá os pagamentos no dia 20 de maio.

Com mais esses proventos, o valor total distribuído pela Petrobras a seus acionistas referente a 2019 será de 10,6 bilhões, 0,73 por ação ordinária e R$ 0,92 por ação preferencial em circulação.

Mas será que Petrobras pode integrar a nossa Carteira do Canal Seleção de Dividendos?

Antes de qualquer coisa, vamos reconhecer o trabalho que está sendo feito na empresa.

É bom voltar a olhar para Petrobras como um ativo de valor e com um horizonte cheio de perspectivas positivas.

Estamos novamente diante de uma boa empresa.

No entanto, com um dividend yield na casa dos 3 por cento, enxergamos outras oportunidades mais atrativas para o recebimento de proventos.

Mas desde já ficaremos de olho no papel.

Bom carnaval.

Abraço.

Marcelo Fayh atua profissionalmente no mercado financeiro desde 2007. Começou como operador de Bolsa, ministrou cursos e palestras pela XP Educação e teve seu próprio escritório de investimentos. Antes de virar analista, atuou como assessor de operações de Fusões e Aquisições. Acredita que qualquer pessoa é capaz de melhorar sua qualidade de vida através de escolhas e investimentos inteligentes. Escreve para o TheCap na coluna Fundos a Fundos.

Compartilhe essa publicação:

Introdução a
Bolsa de Valores

Partindo do zero até a compra da sua primeira ação

Assista à primeira aula gratuita

Outras Publicações