PRIO3 é uma boa pedida?

A empresa PetroRio passou por uma reformulação nas suas atividades e passou a ser um caso interessante no ramo das petrolíferas. Veja a análise do especialista Eduardo Voglino sobre a PRIO3.
Eduardo Voglino

Eduardo Voglino

Sócio do GuiaInvest, especialista em ações e seguidor da filosofia de Value Investing.

Olá amigo investidor,

A PetroRio (PRIO3) é uma das maiores produtoras independentes de petróleo no Brasil.

A empresa foi fundada em 2009 pelo geólogo (ex-funcionário da Petrobras) Márcio Rocha Mello, e, na época, era chamada de High Resolution Technology (HRT).

Anos depois da fundação ela abriu capital, captando 2,6 bilhões de reais, destinados a explorar petróleo na Bacia Amazônica e na Namíbia.

Em 2013 já havia perfurado 14 poços sem sucesso. Neste mesmo ano a empresa começou a passar por um processo de reestruturação: elegeram um novo conselho de administração e a diretoria foi trocada.

A filosofia da empresa mudou. Ao invés de inovar, entenderam que faria mais sentido a exploração de campos já produtivos.

Ao longo desse período de reestruturação começaram a ocorrer aquisições de outras empresas.

Em 2015 a empresa começou a prosperar.

Em 2018, a receita já havia crescido mais de 100 vezes em relação ao início da operação, demonstrando uma eficiência exemplar na nova gestão.

De forma objetiva, o sucesso da PRIO3 se diferencia por comprar poços menos atrativos para grandes petroleiras mundiais, ao invés de sair furando o solo por aí.

Na prática todo novo poço adquirido já está em fase produtiva.

A empresa está voando.

Os resultados estão crescendo em 3 dígitos:

Se considerarmos um crescimento dos lucros de 20%, bem inferior aos últimos anos, nosso Gi Line apresenta um intenso potencial de valorização:

Ano passado a companhia comprou mais de 50% do poço de Frade da Chevron.

Esta aquisição quase dobrou a capacidade de produção de barris por dia.

A empresa é uma grande geradora de caixa e já demonstrou capacidade e expertise na utilização dos recursos.

Novas aquisições poderão acontecer…

Desde a reestruturação a companhia cresce e cresce rápido.

É fato que ela chama a atenção…

Os resultados do 3º trimestre serão apresentados no dia 14 de Novembro.

Acho que a surpresa será boa. E você?

Forte abraço!

Eduardo Voglino atua no mercado financeiro desde 2007 e já assessorou diretamente centenas de pessoas quando teve seu próprio escritório vinculado à XP. É um entusiasta de buscar valor e assimetrias no mercado de ações. Escreve para o TheCap na coluna Fórmula Buffett.

Compartilhe essa publicação:

Introdução a
Bolsa de Valores

Partindo do zero até a compra da sua primeira ação

Assista à primeira aula gratuita

Outras Publicações