O Que Você Precisa Aprender Com Os Superinvestidores de Graham-and-Doddsville

A hipótese dos mercados eficientes defende que os preços das ações refletem tudo que é conhecido sobre as perspectivas das empresas e da economia. Nessa lógica, não existem ações subvalorizadas e, tampouco, possibilidades de superar o mercado. Mas você deve concordar comigo que essa teoria não faz o menor sentido, certo? Ao menos Warren Buffett concorda. E é sobre isso que quero conversar com você hoje.
Andre Fogaca

Andre Fogaca

Sócio-fundador do GuiaInvest e formado em Administração e pós-graduado em Economia pela UFRGS.

Já ouviu falar nos superinvestidores de Graham-and-Doddsville? Veja o que você precisa aprender com eles para ter sucesso absoluto em seus investimentos. Leia mais.

A hipótese dos mercados eficientes defende que os preços das ações refletem tudo que é conhecido sobre as perspectivas das empresas e da economia. Nessa lógica, não existem ações subvalorizadas e, tampouco, possibilidades de superar o mercado.

Ou seja, ao investir em ações no Brasil, o melhor que você pode conseguir é acompanhar o desempenho do Ibovespa. Investidores que conseguem superá-lo, portanto, não são nada além de sortudos.

Mas você deve concordar comigo que essa teoria não faz o menor sentido, certo? Ao menos Warren Buffett concorda. E é sobre isso que quero conversar com você hoje e revelar segredos dos superinvestidores de Graham-and-Doddsville.

Em 1984, o mago de Omaha proferiu uma palestra na Columbia University, em Nova Iorque, em um evento de comemoração aos 50 anos do clássico livro Security Analysis, de Benjamin Graham e David L. Dodd, que mais tarde resultou no O investidor inteligente, a bíblia dos value investors.

Na palestra, Buffett apresentou um estudo que fez a partir dos resultados de grandes investidores que têm algo em comum: todos foram discípulos de Graham e todos superaram o S&P500 (índice que é como se fosse o Ibovespa dos EUA) por décadas.

Hoje, quero apresentar este estudo a você e comentar sobre pontos que muito nos ensinam. Esqueça os mercados eficientes e aprenda com os superinvestidores de Graham-and-Doddsville sobre o que pode fazer a diferença em seus investimentos.

A relação entre um campeonato nacional de cara ou coroa e os superinvestidores de Graham-and-Doddsville

grandes investidores x sorte

No início de sua fala, Buffett pede para o público imaginar um campeonato de cara ou coroa que mobilize 225 milhões de pessoas. Todas as manhãs, esse pessoal joga uma moeda.

Os que acertam ganham um dólar dos que erram. A cada dia, os perdedores são excluídos e as apostas crescem à medida que os prêmios já pagos voltam ao jogo.

Após 20 dias, restam apenas 225 pessoas que acertaram o resultado por vinte vezes consecutivas. Essas pessoas abocanharão cifras incrivelmente milionárias.

Se esse torneio fosse real, não é difícil imaginar o status que esses novos milionários seriam elevados, não?

Provavelmente, muitos deles se tornariam gurus e seriam fontes de estudo daqueles interessados em descobrir padrões de comportamento, atitudes ou técnicas dos grandes campeões. Afinal, como eles (tão poucos) conseguem, e tantos outros não?

Por mais que isso não passe de uma brincadeira e que, nela, o sucesso tenha mais a ver com sorte do que qualquer outro fator, Buffett usou este exemplo para exemplificar sua tese de que a origem intelectual é a grande responsável pelo sucesso ao investir em ações.

Estou convencido de que você encontrará um número desproporcional de jogadores de moeda bem-sucedidos no mundo dos investimentos oriundos de uma pequena vila intelectual que poderia ser chamada de Graham-and-Doddsville. Uma concentração de vencedores que não pode ser explicada simplesmente pelo acaso, mas pode ser rastreada até essa vila intelectual específica.

Essa suposta vila seria formada pelos seguidores dos ensinamentos da dupla que escreveu a mais célebre obra sobre value investing em todos os tempos. Dois desses nomes (Walter Schloss e Charlie Munger) já tiveram suas histórias contadas aqui no blog.

O que eles têm em comum e você também pode ter?

o que os superinvestidores tem em comum

Se você costuma acompanhar o que eu escrevo ou apresento em vídeos, já deve ter se dado conta: os mestres no “cara ou coroa da bolsa” buscam, acima de tudo, discrepâncias entre o valor do negócio e o preço de pequenas partes daquele negócio no mercado.

Segundo Buffett:

Essencialmente, eles exploram essas discrepâncias sem a preocupação dos teóricos de mercados eficientes quanto à compra das ações se realizar nas segundas ou terças-feiras ou em janeiro ou julho, etc. Os investidores simplesmente focam em duas variáveis: preço e valor.

No entanto, não é por serem da mesma vila intelectual que esses investidores compram as mesmas empresas. Cada um tem um perfil de investimento e busca empresas completamente diferentes.

No entanto, além de encontrar oportunidades na relação preço x valor, sempre compram o negócio, e não uma ação.

Estou convencido de que existe muita ineficiência no mercado. Quando o preço de uma ação pode ser influenciado por uma manada em Wall Street, com preços estabelecidos, na margem, pela pessoa mais emocional ou mais gananciosa ou mais deprimida, é difícil defender a posição de que o mercado sempre gera cotações racionalmente. Na verdade, com frequência, os preços de mercado são insensatos.

A relação risco x recompensa

superinvestidores de Graham-and-Doddsville analisam risco e recompensa

Um elevador que tem uma placa dizendo que pode comportar até quatro pessoas e 400kg de carga certamente é projetado para que supere uma carga bem maior que essa. É uma margem de segurança que se assemelha ao conceito criado por Graham e que leva o mesmo nome. Já falei sobre a margem aqui.

Mas o que quero dizer hoje é que você não pode comprar um negócio que vale 100 reais por 98 reais. É preciso considerar uma larga margem. Se você fizer sua lição de casa e aprofundar seus estudos no value investing, aliás, vai compreender que a relação risco x retorno, funciona ao contrário do que prega o senso comum. Esta é mais uma lição dos os superinvestidores de Graham-and-Doddsville.

Buffett lembra:

Quanto maior o potencial de recompensa na carteira de valor, menor o risco. Para isso, é claro, você precisa ter o conhecimento necessário para fazer uma estimativa muito aproximada do valor intrínseco dos negócios.

Ao fim de seu discurso, Buffett comenta por que a abordagem do value investing não deixa de fazer sentido mesmo que o termo se popularize e novos adeptos percebam os benefícios de compreender e tirar proveito da relação valor x preço. Afinal, com mais pessoas utilizando as estratégias, essa equação poderia perder força.

Posso apenas dizer que o segredo já foi revelado há 50 anos, desde que Ben Graham e David Dodd escreveram Security Analysis. No entanto, não vi tendência de aumento no investimento em valor nas décadas que o pratico. Parece haver alguma característica humana perversa que gosta de dificultar as coisas. É provável que continue dessa forma. Continuará a haver discrepâncias amplas entre o preço e o valor no mercado, e aqueles que lerem Graham & Dodd continuarão a prosperar.

O que Buffett diz tem muito a ver com o fato de as pessoas preferirem buscar atalhos e fórmulas prontas para o sucesso, seja nos investimentos ou na vida. E como o value investing é uma escola séria, que exige muito estudo e dedicação, não é estranho entender por que a perversidade humana afasta investidores do sucesso.

Estude, tenha visão de longo prazo e nunca se esqueça da margem de segurança. Apenas por seguir essas premissas você já estará anos-luz à frente de boa parte do mercado e terá aprendido muito com os superinvestidores de Graham-and-Doddsville.

Bons investimentos!

Crédito das imagens: www.shutterstock.com

Aprenda como ganhar de R$1mil a R$5mil por mês com dividendos, mesmo que tenha somente R$100 para começar.

Outras Publicações

Leia Mais

Bolsa de Valores Para Leigos

André Fogaça

Nesse e-book você vai dar os seus primeiros passos no mundo dos investimentos e ficar por dentro de alguns detalhes importantes do mercado de ações. Você se sentirá seguro de conversar sobre investimento com qualquer pessoa depois de ler esse livro. Arrisco dizer ainda que você vai ficar louco para começar a investir. Uma boa leitura!

Sem tempo para ler? Assista nossas Palestras Online

Abrir conversa
1
Precisa de Ajuda?
Olá,
Podemos te ajudar?
Powered by