COGN3: oportunidade óbvia ou risco incondicional?

cogn3 risco ou oportunidade

Olá, investidor!

As empresas do setor educacional, são umas das que mais estão sofrendo nesta crise gerada pelo Covid-19.

​Em especial as ações da empresa Cogna Educação (COGN3), a antiga Kroton.

Queda ações cgno3

No ano as ações já acumulam uma queda de aproximadamente 60 por cento.

Mas será que a empresa é tão ruim a ponto de justificar essa queda?

​Vou te apresentar a Cogna Educação!

A empresa é uma das maiores organizações educacionais privadas do Brasil e do mundo. Possui mais de 50 desde sua fundação.

Em 2010, a Cogna adquiriu o Grupo IUNI Educacional, instituição que também atuava na graduação e pós-graduação presencial; em 2011, o destaque foi a aquisição da Universidade Norte do Paraná (Unopar), a maior instituição de ensino à distância do país.

Para coroar esse ritmo intenso de aquisições, em 2013, a Cogna realizou o maior investimento de sua história: anunciou a fusão a Anhanguera e, com isso, consolidou a sua liderança tanto no ensino presencial como na educação a distância.

Em 11 de outubro de 2018, a Cogna concluiu a operação de compra do controle acionário da Somos, o principal grupo de educação básica do Brasil, em mais um passo transformacional para a Companhia, tornando-se uma plataforma completa de educação com atuação relevante em todos os negócios.

​Principais números:

Principais numeros cgno3

A empresa possui um planejamento estratégico (2018 – 2022) de continuidade da expansão de seus negócios. Principalmente através de aquisições de outras empresas do setor, como foi o caso da Somos em 2018 por R$ 4,6 bilhões.

Outro ponto forte do grupo é o seu direcionamento e a agilidade no desenvolvimento de tecnologias relativas a plataforma de ensino a distância.

Entendemos que esse é o futuro natural do segmento educacional no Brasil e no mundo.

​Veja agora o resultado consolidado de 2019

Principais resultados cgno3

O destaque negativo dos resultados, está principalmente na linha de margem líquida ajustada, que apresentou uma queda de 32%.

Cabe ressaltar que o fraco resultado do quarto trimestre, tem como origem o custo de aquisição da Somos, além do aumento da depreciação.

Existe uma combinação de variáveis que quando combinadas, podem criar uma oportunidade.

​Veja:

Queda ações cgno3 2

Essa queda dos últimos dias, fez com que os papéis da Cogna, tivessem suas negociações a preços de 2012/2013.

Naquela época o business da empresa era de uma relevância muito menor do que a atual, além disso era negociada a múltiplos superiores aos atuais.

Na prática, não era um empresa do porte e relevância como hoje, mas era negociada a preços relativos a lucros, mais elevados. Era cara!

O ROE baixo atual não impressiona, cerca de +1,5 por cento. Mas, nada para se preocupar.

Lembre-se que a fórmula do ROE é Lucro líquido / Patrimônio Líquido, sendo assim, quando uma empresa cresce comprando outras, seu patrimônio se eleva e seu lucro cai.

​Veja:

PL VS ROE CGNO3

Perceba nos gráfico acima, a relação mencionada.

O Patrimônio (o denominador da fórmula) cresceu e ROE caiu.

Quando a queda do ROE tem como justificativa o crescimento do negócio, está tudo bem.

​Mas a grande questão que pode tornar COGN3 uma oportunidade, está relacionada com a sua geração de caixa oriundas da sua atividade operacional, somadas ao caixa gerado pela emissão de ações em Fevereiro de 2020.

Podemos estar diante de uma oportunidade óbvia.

O que você acha?

Após o Follow-on a empresa acumula quase R$ 4 bilhões em caixa.

Durante as crises, quando uma empresa possui elevado caixa, ela tende a se recuperar mais rapidamente, devido a capacidade de investimentos e redução da necessidade de alavancagem.

A queda nos preços das COGN3, foi gerado por uma combinação de fatores ligadas a psicológica dos investimentos.

Em meio a tanto turbulência os investidores não estão racionais.

Quando uma empresa apresenta queda de resultados concomitantemente a uma crise, é disparado o gatilho do pânico…

Neste momento as decisões são puramente emocionais e a venda supostamente seria a “melhor”solução.

Nestes momentos, normalmente o meu gatilho de oportunidade é disparado.

Houve queda exagerada?

A empresa é significativa no mercado que atua?

A empresa tem histórico para uma análise de confiança dos resultados?

Ela investe em crescimento?

É geradora de caixa?

Tem baixo endividamento?

Sim para todas as perguntas.

Compre COGN3 e segura essa mão.

Ela é a mais nova integrante do Canal Joias da Bolsa​.

Forte abraço!

Eduardo Voglino é analista de ações credenciado na APIMEC (CNPI 2202), atua no mercado financeiro desde 2006 e já assessorou diretamente milhares de pessoas quando teve seu próprio escritório vinculado à XP. É um entusiasta em buscar valor e assimetrias no mercado de ações. Escreve para o TheCap na coluna Fórmula Buffett.