IFIX: montanha russa ou carrossel?

montanha russa ou carrossel

Caro leitor,

A volatilidade é o quanto os preços sobem e descem em um determinado período.

Um investimento de alta volatilidade é como a montanha russa do parquinho.

Um de baixa volatilidade já é mais como o carrossel.

Na montanha russa, você vai experimentar subidas fortes, seguidas de quedas bruscas, curvas inesperadas. Vai sentir medo, excitação, euforia e pavor.

No carrossel, você vai experimentar um sobe e desce suave, sem grandes surpresas nem emoções. Vai ficar tranquilo durante seu passeio.

Ações são a montanha russa do mercado.

Fundos Imobiliários são o carrossel.

Antes de pensar que o carrossel pode ser chato, lembre que estamos falando de investimentos.

Durante o passeio neles, você vai precisar tomar decisões racionais e importantes.

Elas vão determinar o seu sucesso nos investimentos ou o seu fracasso.

​Como seria o seu raciocínio durante uma volta na montanha russa?

Você conseguiria pensar direito no meio do looping ou durante aquela primeira queda íngreme, onde parece que você vai se espatifar no chão?

Não é mais fácil raciocinar sentadinho num elefantinho azul de carrossel?

Você vai conseguir pensar com calma e estará mais centrado, pois seu cérebro não está desesperado achando que vai morrer.

​Veja a volatilidade nos FIIs e nas ações, durante os dias mais tensos de 2020 até então no gráfico abaixo, onde na coluna vermelha temos as variações do Ibovespa nos últimos dias e, na azul, dos Fundos Imobiliários.

Volatilidade: Ibov vs Ifix

Os dados do dia 13 representam a variação parcial do dia, no momento em que escrevia a newsletter.

Quando você ouve que a volatilidade dos FIIs é bem menor, é disso que estamos falando.

Seu resultado nos investimentos será tão bom quanto suas decisões são.

Tomar decisões embriagado por emoções e no meio da tormenta diminui suas chances de acerto.

Se ajude.

Coloque as probabilidades a seu favor.

Opte por investimentos menos voláteis na sua carteira, especialmente se estiver começando em renda variável.

E mais: em momentos de estresse, como na semana de quatro circuit breakers, não mexa na sua carteira.

A não ser que você saiba muito bem o que está fazendo.

Por fim, considere ter uma participação relevante de Fundos Imobiliários em sua carteira.

Isso vai te fazer bem, vai te fazer tomar melhores decisões, te tornar mais confiante e ainda vai te gerar uma renda passiva mensal.

Tem coisa melhor?

No Canal Aluguel Inteligente eu recomendo FIIs que podem facilitarsão geridos por profissionais de primeira linha​.

Abraço.

Marcelo Fayh atua profissionalmente no mercado financeiro desde 2007. Começou como operador de Bolsa, ministrou cursos e palestras pela XP Educação e teve seu próprio escritório de investimentos. Antes de virar analista, atuou como assessor de operações de Fusões e Aquisições. Acredita que qualquer pessoa é capaz de melhorar sua qualidade de vida através de escolhas e investimentos inteligentes. Escreve para o TheCap na coluna Fundos a Fundos.

BCFF11 e IFIX: ficaram caros demais?

IFIX e BCFF11 estao caros?

Caro leitor,

Antes de qualquer coisa, confira aqui as ações que devem disparar assim que o Grande Gatilho for acionado no dia 31 de janeiro​.

Agora vamos falar sobre FIIs… estamos em um período onde vemos muitos Fundos Imobiliários sendo negociados a valores altos demais.

De forma simplificada você consegue verificar o quão alto seus preços estão comparando o valor de mercado com o valor patrimonial dele, o famoso preço sobre valor patrimonial (P/VP).

Veja a média na qual os fundos vêm sendo negociados:

Fiis caros demais em alguns setores

Claro que isso é uma média.

E isso significa que tem fundos sendo negociados muito acima desses valores e outros bem abaixo.

Todos os fundos são obrigados a, até o dia 15 de cada mês, enviar para a bolsa de valores um documento com algumas informações, dentre as quais está o seu Valor Patrimonial.

O Valor Patrimonial é o somatório de todos os ativos que o fundo possui.

O valor dos imóveis é dado por uma avaliação realizada anualmente por uma empresa especializada que é contratada pelo próprio fundo.

Para fundos de tijolo (aqueles que investem em imóveis físicos diretamente) essa avaliação é muito importante para dar um norte ao investidor.

Mas ela tem um problema: você pode estar olhando para uma avaliação realizada a onze meses atrás e as condições da economia e do próprio imóvel podem ter mudado bastante desde então.

Se você acha que é “O Cara”, pode fazer por conta própria e manter essa avaliação atualizada.

Fique a vontade…

Nos Fundos de Fundos este indicador (Valor Patrimonial) é muito preciso e está sempre atualizado.

O valor patrimonial dele é dado pelo valor de mercado (aquela cotação que você vê no homebroker) das cotas dos fundos que ele compra.

Não faz sentido pagar muito mais caro do que é o valor patrimonial no casos dos fundos de fundos.

Como tirar proveito dessa informação?

Sabe aquelas novas ofertas públicas e subscrições de FIIs?

Atualmente, quem é cotista do BCFF11 (BTG Pactual Fundo de Fundos), poderá subscrever (comprar) novas cotas a R$ 91,39.

Os atuais cotistas poderão fazer isso numa proporção de 0,51 cota para cada uma que já possua.

Grosso modo, a cada duas que você tenha, poderá comprar mais uma a R$ 91,39.

Este fundo estava sendo negociado na sexta-feira a cerca de 116 reais. E o seu atual valor patrimonial é de R$ 98,49.

Tem oportunidade boa aí.

Quem é assinante do Canal Aluguel Inteligente​ já ficou sabendo dessa oportunidade e está se organizando para aproveitar.

Abraços.

Marcelo Fayh atua profissionalmente no mercado financeiro desde 2007. Começou como operador de Bolsa, ministrou cursos e palestras pela XP Educação e teve seu próprio escritório de investimentos. Antes de virar analista, atuou como assessor de operações de Fusões e Aquisições. Acredita que qualquer pessoa é capaz de melhorar sua qualidade de vida através de escolhas e investimentos inteligentes. Escreve para o TheCap na coluna Fundos a Fundos.